Do cabelo reto ao corte em camadas: uma mudança que traz leveza aos fios

Apostei em um novo visual que também acompanha a minha fase de autoconhecimento e transformações internas

Por Sofia Duarte 18 Maio 2022, 13h56

Como é a sua relação com mudanças? Eu costumo externalizar as transformações internas de alguma forma e, por isso, gosto de adotar um visual diferente quando sinto que estou em uma nova fase da vida. Sim, nesse ponto eu sou um clichê ambulante! Hahaha. Mas acontece que a Amend Cosméticos me convidou para conhecer a nova linha de coloração vegana da marca, o que, por coincidência, acabou vindo ao encontro do meu desejo de clarear e cortar o cabelo.

Expliquei à hair stylist Morgana Rocha, do C.Kamura SP, a minha vontade de fazer um corte com movimento para dar um efeito mais volumoso, já que tenho sofrido bastante com a queda dos fios. Para a cor, ela sugeriu uma vibe “queimada de sol”, que não fosse muito loira e mais puxada para um tom amanteigado. E, aí, partimos para a mudança!

Montagem em fundo com tintas rosa, verde e vermelho de duas fotos da repórter Sofia Duarte. Uma de frente olhando para a câmera e uma do cabelo de costas
O cabelo da repórter Sofia Duarte antes da mudança Arquivo Pessoal/CAPRICHO

Depois de algumas horas (ai, socorro) no salão de beleza, chegamos ao resultado. Curti bastante, as luzes e as camadas ficaram na medida certa! Ao finalizar com babyliss, o cabelo tem um efeito que me agrada mais, e confesso que cheguei a estranhar o corte quando o vi natural após lavar em casa e deixá-lo secar naturalmente. Mas é uma questão de acostumar mesmo e logo me adaptei. Percebi que o corte é moderno e tem tudo a ver com a minha personalidade, sabe?

Fiz a mudança no começo de maio, com um toque sutil, leve e cheio de atitude ao mesmo tempo, exatamente do jeito que me senti em abril, mês das minhas férias, que foi marcado por muito autoconhecimento, dias reflexivos e devaneios sobre a vida. Só sei que esse boost na autoestima veio em boa hora – e até me motivou para postar um vídeo bem blogueira nas redes sociais!

Montagem em fundo com tintas rosa, verde e vermelho de duas fotos da repórter Sofia Duarte. Uma do cabelo de costas e uma de frente olhando para a câmera com expressão facial séria
O cabelo da repórter Sofia Duarte depois da mudança Arquivo Pessoal/CAPRICHO
Continua após a publicidade

Se você também ficou tentada a renovar o visual sem danificar os fios, saiba que essa coloração é superindicada para isso! “Esse tipo de coloração não agride os fios e ainda dá um brilho extra. É recomendada para todos os tipos de cabelo, mas o profissional tem que ter a sensibilidade de escolher clarear menos os fios já danificados ou optar por uma coloração global, feita sem descoloração”, explica Morgana.

View this post on Instagram

A post shared by sofia rollo duarte (@sofiaskywalker)

Após uma transformação como essa, os cuidados em casa também precisam ser adaptados, viu? É importante escolher produtos específicos, pois, caso contrário, a cor pode desbotar facilmente e a tonalidade dos fios pode até oxidar. No entanto, de modo geral, uma iluminação capilar leve como essa costuma durar até 6 meses ou mais.

View this post on Instagram

A post shared by sofia rollo duarte (@sofiaskywalker)

No meu caso, que tenho a raiz oleosa e as pontas mais secas, a hair stylist ainda recomendou o uso de um xampu de limpeza ou antioleosidade de vez em quando – afinal, exageros podem estimular o efeito rebote – e também uma visita a um dermatologista ou terapeuta capilar para verificar se essa oleosidade é normal ou está irregular por conta dos hormônios. Preciso fazer isso até para ver a questão da minha queda de cabelo, que, às vezes, confesso que afeta a minha autoestima. Quem sabe em breve volto com mais informações sobre isso para vocês, né?

O próximo texto da coluna O Mundo de Sofia* sai no dia 1º de junho. Beijos e até lá! <3

*A coluna é escrita por Sofia Duarte, repórter de moda e beleza da CAPRICHO.

Continua após a publicidade

Publicidade