Acne: a fronha do travesseiro influencia no aparecimento de espinhas?

Entenda quais cuidados com a roupa de cama podem melhorar a saúde da sua pele

Por Djenifer Dias Atualizado em 22 out 2021, 15h25 - Publicado em 24 out 2021, 10h00

Você anda sentindo a sua pele diferente? E, por mais que você faça todos os cuidados de skincare, as espinhas continuam aparecendo? Existem inúmeras razões para isso e, com a ajuda de um profissional da sua confiança, é possível fazer um diagnóstico mais preciso. No entanto, o que talvez você não saiba é que a fronha do travesseiro pode piorar os casos de acne. Como assim? A CAPRICHO conversou com uma especialista para entender melhor o assunto.

Existem fronhas que podem causar espinhas? Como isso acontece?

Dentro da nossa casa, diversos elementos podem prejudicar a saúde da nossa pele, como a poluição térmica, do fogão, e até mesmo bactérias e ácaros, frequentes em fronhas e travesseiros. Eles podem causar uma inflamação na pele e, assim, contribuir para piorar quadros de acne, mas não causar as espinhas em si. Além disso, produtos usados nos cabelos normalmente contêm ingredientes que podem provocar irritação, aumentando os sintomas da acne.

Quais cuidados devem ser tomados com a fronha para evitar isso?

O ideal é trocar a fronha pelo menos uma vez por semana, mas, se você já tem acne, rosácea ou outras disfunções cutâneas, o ideal é trocar a cada 2 dias e evitar o uso de amaciantes perfumados que possam gerar irritação quando entram em contato com a pele.

Fundo branco com vários travesseiros empilhados.
A fronha de travesseiro influencia nas espinhas? Pexels/Reprodução

Existe um tipo específico de fronha indicado para quem costuma ter espinhas?

Para quem tem a pele acneica, é possível procurar fronhas que não absorvem tanto a umidade. Uma boa opção nesse sentido são as de seda.

No mercado, existem fronhas que prometem ser anti-acne, pois, usando a tecnologia de íons de prata, eliminam 99,7% das bactérias, deixando a pele mais limpa. Também há uma outra versão que utiliza malha 100% algodão com aplicação de nanopartículas de ação antimicrobiana que impedem a proliferação de bactérias. Aqui no Brasil, nós já temos opções de diferentes marcas, e o preço varia entre R$ 129 até R$428.

Quem deu as informações: Dra. Fernanda Chauvin, especialista em dermatocosmética e CEO da Ellementti Dermocosméticos.

Continua após a publicidade

Publicidade