A Órfã da vida real: o caso da ucraniana adotada que ninguém sabe a idade

Em janeiro de 2020, ocorre a audiência final do casal que alega ter adotado uma mulher que se passou por uma criança, chamada Natalia Grace. Eita!

Em 2009, um filme chamado A Órfã foi lançado. Ele conta a aterrorizante história de uma mulher de 33 anos, chamada Esther, que usa de sua condição especial para se passar por uma criança de 9 e ser adotada. Várias coisas estranhas começam a acontecer com a família, até que ela descobre a verdade por trás da filha adotiva. E se você pensa que essa história é pura ficção, deve ter se ausentado das redes sociais no último mês, quando um caso real bastante parecido com o do filme viralizou.

A família Barnett com a ~jovem~ ucraniana.

A família Barnett com a ~jovem~ ucraniana. (Reprodução/Reprodução)

Os americanos Kristine e Michael Barnett adotaram, em 2010, uma garotinha ucraniana chamada Natalia Grace, que havia sido abandonada pelos pais biológicos e pelos primeiros pais adotivos, ao que tudo indica. A criança tinha 9 anos e roubou o coração do casal, que morava até então em Indiana, nos Estados Unidos. Segundo alguns laudos médicos, Natalia tinha uma espécie de nanismo chamado displasia espondiloepifisária.

Com o passar do tempo e a convivência se tornando cada dia maior, Kristine começou a reparar que a menina tinha um jeito de falar muito adulto para a idade, fazendo uso de expressões rebuscadas, que normalmente uma criança de 9 anos nem sabe o que significam. Apesar de ficar com a pulga atrás da orelha, a americana entendeu que Natalia era apenas inteligente demais.

O problema é que a ucraniana passou a ter outros comportamentos suspeitos dignos de filmes de terror. De acordo com uma entrevista que concedeu ao Daily Mail, Kristine Barnett alega que a filha adotiva ameaçou esfaqueá-la e esfaquear seu marido enquanto eles dormiam, já havia colocado alvejante em seus cafés e a empurrado contra uma cerca elétrica. Em pânico, o casal, já convencido de que a menina não tinha a idade que dizia ter, teria arrumado um apartamento, deixado Natalia lá e se mudado para o Canadá com os outros filhos. O caso rendeu uma acusação de abandono para o casal.

Imagens da Natalia Grace

Imagens da Natalia Grace (Reprodução/Reprodução)

Se você já está achando tudo muito estranho e confuso, prepare-se, pois fica ainda pior! Depois de todo o ocorrido, os Barnett recorreram à Corte Suprema do Condado de Marion para alterar a certidão de nascimento da menina. Segundo Kristine e Michael, Natalia Grace teria nascido em 1989, tendo 22 anos na época em que tudo ocorreu, não 9. Os americanos alegaram ter provas de que tudo não passava de uma farsa da “menina mulher”, como uma certidão de nascimento ucraniana que dizia que Natalia realmente havia nascido no final dos anos 80 e início dos 90, e diagnósticos médicos de que Grace tinha distúrbios psiquiátricos.

Só que, em contrapartida, um tal de Dr. Riggs, do Hospital Infantil Peyton Manning, localizado em Indianápolis, Indiana, garantiu que havia realizado um exame de idade óssea e que a ucraniana teria realmente por volta de 9 anos. Após ter dado a declaração, esse mesmo médico, cujo primeiro nome seria Andrews, teria morrido.

Kristine e Michael em fotos atuais, respondendo por abandono de menor

Kristine e Michael em fotos atuais, respondendo por abandono de menor (Reprodução/Reprodução)

“MAS ONDE ESTÁ A POLÍCIA NESSA HISTÓRIA MALUCA?”, você deve estar se questionando aos berros. A polícia está tão perdida quanto nós. No último dia 27 de setembro, o casal Barnett foi inocentado das acusações de que teriam abandonado uma criança. Contudo, no dia 28 de janeiro de 2020, ocorre o julgamento popular, um dos mais importantes do processo. O júri vai poder analisar o caso e dar o seu parecer sobre ele. O advogado dos americanos, chamado Philip Hayes, garante que Kristine está ansiosa para contar tudo nessa futura audiência. Philip Hayes e a ex-esposa (isso mesmo, o casal se divorciou após tudo que alega ter vivido) continua batendo na tecla de que Natalia Grace, hoje vivendo com uma nova família, é uma mulher com nanismo se passando por uma criança, e que é perigosa, tanto quando a protagonista do longa A Órfã.

Tá certo, beleza, ok, mas, afinal, quantos anos tem a ucraniana? Essa é a pergunta de um bilhão de dólares! A resposta é que ninguém sabe ao certo e até mesmo a certidão de nascimento da Ucrânia que os Barnett alegam ter segue sendo questionada. Talvez não saber seja a parte mais assustadora da história. E, é claro, o fato de que uma nova família está vivendo com Natalia, e que sabe-se muito pouco sobre ela…

Vale ressaltar também que o próprio filme dirigido por Jaume Collet-Serra foi inspirada na história real de uma mulher chamada Barbora Skrlová, bastante parecida em muitos pontos com a história de Natalia Grace.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s