Tudo sobre os 7 estilos universais para você entender qual é o seu

Saiba como usar essa teoria dos anos 1980 para montar os seus looks

Por Sofia Duarte Atualizado em 2 jul 2021, 18h34 - Publicado em 4 jul 2021, 10h00
de um lado, o hidratante, o perfume e a máscara facial hello stars, dispostos lado a lado. De outro, as frases: Cada estrela é única, como você. Conheça a nova linha Hello Stars. Todos os elementos estão em um fundo azul escuro com estrelas que brilham
CAPRICHO/Divulgação

Você já ouviu falar dos 7 estilos universais? Esse conceito foi criado entre as décadas de 1980 e 1990 pelas consultoras de imagem e estilo Alyce Parsons e Mimi Dorsey, que escreveram um livro sobre o assunto. Elas mapearam alguns comportamentos repetidos entre as pessoas e chegaram à conclusão de que costumamos ter um estilo predominante e outros dois secundários. Mas quais são eles e como podem te ajudar na descoberta do seu gosto pessoal?

Conversamos com a consultora de moda Marcela Moura, que nos explicou cada um dos estilos definidos por Alyce e Mimi, para entender melhor tudo isso. Confira!

Estilo esportivo

Também chamado de básico ou de casual, a palavra que rege as pessoas do estilo esportivo é o conforto. Ele compõe aqueles visuais práticos e despojados para o dia a dia usando peças como camiseta branca, calça jeans, tênis e moletom. Tecidos macios não podem faltar no armário!

View this post on Instagram

A post shared by Larissa Manoela (@larissamanoela)

Estilo romântico

Abrange garotas que adoram passar o tempo se arrumando e preferem itens que remetem ao romantismo. Rendas, florais, mangas bufantes, vestidos rodados, saias, acessórios de cabelo… Um universo superfofo e bem parecido com a aesthetic cottagecore, sabe?

garota no campo usa vestido branco com decote ciganinha a saia rodada, além de um chapéu com uma fita amarrada no queixo
Look com chapéu cottagecore @iridessence/Instagram

Estilo tradicional ou clássico

Normalmente, carrega uma pegada mais séria e minimalista, com roupas formais de alta qualidade e acessórios discretos. Cortes retos, tecidos estruturados e cores sóbrias aparecem bastante nesse estilo. Essas características são encontradas em blazers, camisas brancas, looks all black e calças de alfaiataria, por exemplo.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Deirdre Phelan 💛 (@deirdre_phelan)

Estilo elegante ou refinado

Hoje também conhecido como contemporâneo, esse estilo, apesar de seguir uma linha séria, é recheado de tendências. As pessoas que se identificam com essa categoria acompanham o que está bombando na moda, são fãs de peças statement e chamativas e exigentes com a qualidade do tecido e do acabamento.

View this post on Instagram

A post shared by Carla Ortiz (@carla_mortiz)

 

Estilo sexy ou sensual

Às vezes, essa categoria é confundida com vulgaridade, mas não é nada disso, tá? Trata-se de um estilo que valoriza o seu corpo. Como? Com vestidos tubinhos, blusas ajustadas ao corpo, decotes diferentes, fendas, transparências, animal print… Looks poderosos de arrasar!

Continua após a publicidade

View this post on Instagram

A post shared by Flavia Pavanelli (@flaviapavanelli)

Estilo dramático urbano

Esse estilo, que também leva o nome de moderno, é bem fashionista mesmo. As garotas que se identificam com ele não têm medo de ousar e apostam em produções monocromáticas, peças em preto e branco, geometria e acessórios com design arrojado. Coturno e jaqueta de couro são itens queridinhos delas!

View this post on Instagram

A post shared by Bianca Camargo (@biancacamargo)

Estilo criativo

É uma mistura inusitada de todos os estilos anteriores. Além disso, aqui entram pessoas que se importam com peças que carregam uma história, por isso o armário delas é cheio de garimpos de brechós ou de achadinhos vintage do guarda-roupa da avó. Cores, estampas e combinações que fogem do convencional!

View this post on Instagram

A post shared by Magá Moura (@magavilhas)

E aí, quais desses estilos mais combinam com você?

A consultora Marcela Moura contou que, devido ao isolamento social causado pela pandemia de Covid-19, o estilo esportivo, que costumava ser característico predominante de algumas pessoas, virou tendência geral nos últimos tempos. Faz todo o sentido, né?

  • Ela também disse que esses estilos variam de acordo com o nosso humor e a ocasião para a qual estamos nos vestindo. Se você vai ficar em casa, talvez o casual seja o escolhido, mas se for a um aniversário de uma amiga, por exemplo, pode ser que prefira o dramático ou até o criativo.

    Mas eu preciso seguir apenas um estilo à risca? Com certeza não! “A maior dica que eu posso dar é que você olhe para si mesma, para o que você realmente gosta, independente dos estilos pré-definidos”, aconselhou Marcela. “Porque a moda passa, e o seu estilo, que nada mais é do que a sua personalidade, permanece. Então, traga a sua identidade para aquilo que você vai vestir e seja feliz com isso. Não tem erro!”

    Quem deu as informações: Marcela Moura, consultora de imagem e estilo.

    Continua após a publicidade
    Publicidade