Sasha Meneghel sobre a indústria da moda: “Precisa de transformações”

Em entrevista à CAPRICHO, a modelo falou sobre sua relação com a moda e o veganismo

Por Sofia Duarte Atualizado em 30 set 2020, 11h00 - Publicado em 27 set 2020, 10h00
colecao-roupas-capricho-marisa
Divulgação/CAPRICHO

Aos 22 anos, Sasha Meneghel é modelo, estilista formada pela Parsons School of Design, de Nova York, e arrasa tanto nas passarelas, quanto na escolha de seus looks. Em entrevista à CAPRICHO, ela falou sobre sua relação com a moda, revelou a melhor parte de estudar fora e ainda deu dicas para quem pensa em se tornar vegano!

Sasha Meneghel Fabio Bartelt/Way Model/Divulgação

Sasha começou a desenvolver uma ligação com a moda ainda criança por causa de sua mãe, a apresentadora Xuxa. “Eu cresci vendo minha mãe se arrumar para o trabalho e ela sempre perguntava minha opinião. Fui crescendo e me interessando cada vez mais pela moda”, disse.

“Quando entrei na faculdade, passei a entender o que acontecia por trás daqueles figurinos todos, então minha relação com a moda mudou um pouco. Ao mesmo tempo em que é uma ferramenta de expressão, vi que ainda existe uma indústria que precisa de transformações, principalmente em relação à consciência ambiental.”

View this post on Instagram

MeuSol🌞

A post shared by Sasha (@sashameneghel) on

As mudanças que ela percebe na indústria atual são muito importantes. “A moda me anima, não só pelo óbvio, como as cores, inúmeras possibilidades de caimentos e tecidos e etc, mas porque vejo jovens questionando os problemas do planeta, com novos pensamentos, se interessando em corrigir erros que muitas indústrias seguem cometendo, incentivando, assim ,muitas marcas a mudarem sua relação com o planeta”, contou.

“Isso influencia designers a buscarem novos caminhos, como criar peças de qualidade com preços acessíveis, por exemplo, causando cada vez menos impacto ao meio ambiente. A gente está vivendo uma era de mudanças, desde a escolha das matérias-primas até questões como a inclusão da diversidade em todos os castings, então é um maravilhoso processo de evolução.”

Sasha fez sua estreia nas passarelas no São Paulo Fashion Week em 2016, aos 18 anos, e mais tarde, em 2019, oficializou sua carreira como modelo ao assinar contrato com a agência Way Model. “Sempre me interessei por moda e por todas as partes da engrenagem – como a fotografia, direção de arte, criação, além do papel dos modelos na indústria. Mesmo tendo modelado durante o comecinho da minha infância, não acreditava que levaria isso como profissão, mas as coisas foram acontecendo. Amo o que faço. Procuro dar sempre o meu melhor e me sinto muito grata e honrada por ter sido escolhida para cada trabalho”, afirmou. 

Sasha Meneghel em desfile da marca Água de Coco em agosto de 2019 Água de Coco/Divulgação

Já a experiência de morar em Nova York com certeza foi incrível, mas também teve muito estudo envolvido, viu? “É uma faculdade que exige bastante empenho e, como todo aluno, tive noites que passei em claro, estudando e trabalhando. Tive a oportunidade de aprender com professores e profissionais que já estavam trabalhando na indústria há anos, e isso foi muito enriquecedor em todo o processo”, contou.

“Nova York mistura um pouco de tudo, então também pude respirar moda e comportamento o tempo todo. É uma cidade muito agitada, cheia de jovens com projetos e trabalhos inovadores e surreais, e a Parsons é um epicentro disso tudo – um lugar de criatividade pulsante!”

View this post on Instagram

Ontem ✨ @fashinnovation.nyc

Continua após a publicidade

A post shared by Sasha (@sashameneghel) on

“Além disso, meu curso mudou por completo minha visão da moda atual. Me fez rever aquilo que não me atentava antes, como o consumismo, e também me apresentou soluções alternativas para esse tipo de coisa, caminhos novos que nos façam priorizar o meio ambiente e as causas sociais como base de toda criação”, completou.

Agora que está formada, Sasha quer continuar fazendo colaborações e criando linhas, como já fez com a joalheria H.Stern. Desenvolver a própria marca baseada em valores que ela acredita, como a sustentabilidade e o consumo consciente, também é um sonho futuro.

View this post on Instagram

Sempre foi um sonho pra mim desenhar jóias! E eu não podia ter ficado mais feliz com a oportunidade que a Hstern me deu de desenvolver minha própria coleção! Ter a autonomia de conceituar e desenhar as peças foi uma experiência incrível, principalmente por ter uma equipe ao meu lado fazendo tudo acontecer! Uma equipe que me abraçou desde o primeiro momento! Obrigada por tudo! ❤️ #mycollection #sashacollection

A post shared by Sasha (@sashameneghel) on

Se você tem vontade de cursar moda ou ser modelo, se liga nestas dicas dela! “Primeiro, estude, sempre! Procure informações e não pare de absorvê-las depois da faculdade. Veja as ruas como um lugar de inspiração e não pesquise apenas pela tela do seu celular. Procure ser autêntica e pense no futuro. Pense no meio ambiente e na mensagem que quer passar. E sobre o trabalho como modelo seja, sempre você mesma.”

Para quem ainda não encontrou o seu estilo próprio, não se desespere, porque até a Sasha só conseguiu encontrar sua identidade experimentando e se permitindo errar. “Comecei como muitos: seguindo tendências. Depois, aprendi que o mais importante é descobrir o que combinava com meu estilo e meu biotipo e, a partir disso, fui juntando com a minha personalidade.”

Além do short jeans, peça curinga que a Sasha ama, uma das tendências favoritas dela é o oversized. “Inclusive, quando compro algo, não fico só na seção feminina. Gosto de muitas peças masculinas. Também gosto de acessórios coloridos, que dão contraste com as camisetas básicas que costumo usar.” 

  • Por conta da sua preocupação com o meio ambiente, Sasha segue a alimentação vegana, não consome nenhum derivado de animal e leva esse estilo de vida também para a moda. “Acredito que a gente tem que ser sempre o melhor que a gente pode, então quando compro algo, procuro seguir esse pensamento de consumo consciente, ou seja: ‘Eu realmente preciso disso? Eu quero isso?’. Fora a matéria, procuro me afastar desse pensamento de consumo exagerado.”

    O caminho para se tornar vegano é longo, por isso Sasha aconselha: “Respeite seu corpo e suas vontade. Não veja como uma dieta e sim como uma escolha para a vida. Informe-se com profissionais para que tenha uma alimentação com todos os nutrientes necessários. Continue em frente, fazendo as mudanças que te façam bem e que caibam na sua vida.” 

    Muito inspiradora, né?! <3

    Continua após a publicidade
    Publicidade