Rafa Kalimann sobre moda: “Uma maneira de traduzir o que nós somos”

Em entrevista exclusiva à CAPRICHO, a ex-BBB revelou detalhes da sua própria marca de roupas e o que espera do futuro da grife

Por Sofia Duarte Atualizado em 1 out 2020, 19h03 - Publicado em 23 set 2020, 12h31
colecao-roupas-capricho-marisa
Divulgação/CAPRICHO

Há algumas semanas, Rafa Kalimann anunciou o lançamento da sua própria marca de roupas, a BYRK, em parceria com Nayara Marra, uma de suas melhores amigas. Na etiqueta, ela desenvolveu peças que têm tudo a ver com seu estilo. Em entrevista exclusiva à CAPRICHO, a ex-BBB falou sobre esse novo momento em sua carreira e ainda contou como é sua relação com a moda. Confira!

@rafakalimann/Instagram

A influenciadora sempre trabalhou em seu Instagram com várias marcas de roupas, o que despertou a vontade de criar sua própria linha. Mas a inciativa partiu mesmo de Nayara, que a incentivou a investir nessa ideia. “Quando eu saí do programa [BBB20], ela me ligou e disse que achava que era a hora de construirmos isso juntas, de eu trazer para as pessoas o que eu gosto na moda, aproveitando o momento da minha carreira e da quarentena, já que estamos em casa e daria pra gente estudar e aprofundar mais nisso. Foi aí que falamos ‘Vamos lá, vamos nos arriscar e fazer acontecer'”, explica Rafa.

“Construímos tudo e pensamos em cada detalhe de uma forma leve, com a intenção de levar esse mesmo capricho e cuidado às peças. Porque eu acho que a moda vem muito do nosso dia a dia, acredito que ela traduz muito a nossa personalidade, é uma forma de colocarmos para fora quem nós somos, do que a gente gosta e não gosta de uma forma muito leve e diária“, afirma.

Um dos maiores objetivos da BYRK é elevar a autoestima das mulheres. “Eu e ela [a Nayara] temos estilos diferentes, mas nos complementamos. Queremos que as mulheres sintam isso, de colocar uma roupa da marca e se sentirem bem, confortável, amáveis com elas mesmas. Queremos que elas olhem e falem ‘Uau, sou linda!’ Essa é a mensagem que a gente mais quer passar.”

View this post on Instagram

Que saudade que eu tava daqui ✨ toda de @byrkstore

A post shared by RAFAELLA KALIMANN (@rafakalimann) on

Nos bastidores, existe uma equipe de 15 pessoas para cuidar de tudo, desde o e-commerce até o marketing e também uma profissional formada em moda, que é a responsável pelas modelagens. “Me inspirei no meu próprio estilo para fazer a marca. Nós temos uma pessoa que faz o processo de criação junto com a gente, que é formada em moda e tem conhecimento, mas a gente trouxe muito o real da Rafa, de olhar e falar ‘quero usar isso todos os dias, sinto falta disso no meu guarda-roupa, acho que isso representa o meu estilo e o que eu gosto de usar’. E aí ela conseguiu traduzir isso para a coleção – e, com total aprovação minha, fizemos acontecer. Foi muito rápido porque eu já tinha em mente o que eu queria levar para as pessoas”, conta.

Fora isso, a etiqueta não possui uma produção própria, o que foi um dos pontos mais complicados. “Foi difícil encontrar um lugar que a gente se identificasse com a qualidade, com a entrega e com o resultado do produto. Mas terceirizamos esse serviço e quem sabe um dia não teremos uma produção própria, né?”, fala.

View this post on Instagram

@rafakalimann veste macaquinho e blazer NICE na cor menta 💚✨ www.BYRK.com.br

Continua após a publicidade

A post shared by BYRK (@byrkstore) on

A Rafa vê sua relação com a moda de um jeito bem leve, que é exatamente a sensação que quer passar com suas roupas. “Eu sou muito a que abre o guarda-roupa e um dia vai estar toda básica, enquanto, no outro, megacolorida Acho que a moda é a maneira de traduzir aquilo que nós somos, das pessoas olharem e sentirem muito do que a gente é. E a minha relação com ela sempre foi muito casual, de ‘ok, eu uso isso todos os dias’, depois, com o passar do tempo, como eu trabalho como influenciadora, fui aprofundando mais, entendendo de onde surgem as coisas e como tudo aconteceu para chegar até o momento em que eu uso as peças. Mas eu acho que a moda é simples, ela é tão direta no nosso dia a dia, tão presente para todos nós, que eu acho que a minha relação com ela é com essa mesma leveza. A minha relação com moda sempre foi com essa pegada natural. Eu nunca fui muito da tendência, nunca fui muito de buscar lá fora o que as pessoas estão usando, vez ou outra isso acontece, mas na maior parte do tempo eu estou conectada com o lado mais casual mesmo.”

Rafa elegeu sua peça queridinha da coleção: o vestido Aurora rosa. E também disse o que usaria para montar um look curinga que funciona em diversas ocasiões. “O vestido tubinho preto midi é aquele básico que não pode faltar no guarda-roupa, sabe? Ele é essa peça-chave. Dá para usar em um trabalho ou reunião e até ir para a um evento mais despojado ou festa.”

View this post on Instagram

✨ @byrkstore beauty @everson_rocha_ 📸 @guilhermelima

A post shared by RAFAELLA KALIMANN (@rafakalimann) on

Além disso, Rafa destaca que logo que decidiu destinar parte dos lucros à uma instituição, já sabia qual seria. “Eu já estava acompanhando o trabalho da PLAN Internacional, que lida com jovens, principalmente meninas, e atuam muito da parte educacional, leva informação sobre abuso sexual, ciclos menstruais, gravidez… Eles cuidam muito desse lugar que é onde a gente mais acredita que combina e se adapta à marca. Eles receberam isso de uma forma muito bonita.”

O próximo passo é, com certeza, aumentar a grade de tamanhos. “Já estamos estudando para ter opções plus size“, garante. Os outros planos para o futuro ainda estão bastante incertos. “Vamos conhecendo o público e os lugares onde estamos transitando mais, as regiões do Brasil que estamos trabalhando mais. Acho que aos poucos vão surgindo vontades diferentes, então ainda é muito novo para falar. A largada foi dada e o que vem pela frente também será uma novidade para nós.”

  • Ah, e se você ainda não encontrou o seu estilo, calma! A primeira dica da Rafa é: não se cobre tanto. “Quando a gente relaxa um pouco, a gente sente isso de forma mais natural. Não precisa se cobrar. Pode ser que o seu estilo seja uma mistura de todos os estilos. Pode ser que você seja a pessoa que vai mergulhar nas personalidades diferentes no meio da moda. Pode ser que você seja aquela que vai usar desde roupas básicas à roupas muito elaboradas e não tem problema nenhum. Está tudo certo. Você pode ser assim e é lindo ser assim. Então, não se cobre tanto, siga a vida de forma muito mais leve e orgânica e deixe que isso vá aflorando aos poucos. É fundamental a gente se conhecer por inteiro, tanto no exterior como no interior. Coloque um look, se olhe bastante no espelho, aprecie isso, se elogie, mostre para você mesma o quanto você é linda, porque é isso que importa. Aos poucos, você vai se sentindo mais confortável, sentindo aquilo que casa melhor com você, que traduz melhor o que você é. Mas sem pressão mesmo, de forma bem orgânica e natural.”

    E se você tem o sonho de ter a sua própria marca, arrisque-se com responsabilidade! 😉 “A gente tem que se arriscar. Mas claro que com responsabilidade, estudando e entendendo todos os pontos para abrir um novo negócio, pesquisando, conhecendo pessoas com quem você pode trocar uma ideia… A gente tem a graça de ter a informação na nossa mão todos os dias de forma muito rápida e fácil na internet. Então, conseguimos pesquisar várias coisas e ver vídeos que complementam e ajudam os negócios. E ter certeza disso que você quer e se você sente isso no seu coração, se arrisque! Vai lá, tente fazer. Se a gente não fizer, ninguém vai fazer por nós. Se o seu sonho está aí é porque ele é possível de ser realizado sim, se tiver foco e determinação. Não vai ser fácil, ninguém nunca disse que seria, eu não conheço ninguém que fez sucesso e falou ‘Rafa, foi muito fácil, vai lá e faz’. Tudo que a gente vai fazer na nossa vida tem dificuldades, que são momentos de desafios, mas também são muito bons.”

    Obrigada pelos conselhos, Rafa! <3

    Continua após a publicidade
    Publicidade