O corset de tênis virou febre e já conquistou Luísa Sonza e outras famosas

Conversamos com a artista Ana Laura, criadora da marca IULLT e responsável por desenvolver a aclamada peça usada pela cantora

Por Taya Nicaccio Atualizado em 31 mar 2022, 13h59 - Publicado em 31 mar 2022, 11h00

Os corsets de tênis feitos a partir da técnica de upcycling são a nova mania da vez! Luísa Sonza, Jade Picon, Pocah e Fefe Schneider são apenas algumas das fashionistas que se entregaram à peça e estão arrasando por aí.

A estilista autodidata estadunidense Cierra Boyd foi a responsável por acender as chamas da peça no TikTok e na semana de moda de Nova York. Já no Brasil, a tendência começou a ganhar certa notoriedade após Luísa Sonza usar um corset cinza e rosa desenvolvido por Ana Laura, brasileira que produz peças nesse estilo desde 2019.

View this post on Instagram

A post shared by IF U LOOK LIKE THIS DM ME (@iullt.br)

A CAPRICHO conversou com a artista e, a seguir, te contamos como surgiu a marca IULLT, como foi o processo criativo da peça usada pela cantora de Anaconda e quais serão os próximos passos e planos da jovem para a etiqueta.

Como surgiu a IULLT e o significado por trás do nome

A marca surgiu em Uberlândia – MG e tem um nome curioso. Nas palavras de Ana Laura, de 23 anos, IULLT é uma adaptação para If You Look Like This, com uma vibe de “se você se parece comigo, me manda uma DM”.

“Era um meme que ainda circula por aí e eu fiz como uma sigla. If You Look Like This passou a ser IULLT, que é essa energia que quero transmitir para a pessoa que está usando uma peça feita pela marca, sabe? ‘Se você se parece com isso, case-se comigo [com a marca]’”. Muito criativo, né?

View this post on Instagram

A post shared by LACHICA (@lachicabby)

Apesar de ter fundado a etiqueta no final de 2020, a jovem conta que começou a costurar logo após comprar a sua primeira máquina de costura. “Eu nunca fiz curso de costura. Antes da pandemia, comprei uma máquina e passei a mexer nela e costurar minhas próprias roupas”, conta Ana, que depois de muitos pedidos começou produzir peças para vender e criou a IULLT.

Slow fashion e a moda feita por Ana Laura

Indo na contramão de uma das indústrias mais poluidoras do planeta, a artista segue a técnica do upcycling e dá vida ao que seria ou já foi descartado.

“Trabalho com a ideia de sustentabilidade. Então, todas as peças que eu produzo são feitas com materiais que já não têm mais utilidade. Garimpo peças de brechó, que às vezes já estão muito surradas, para dar uma nova vida àquilo”, explica.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por LACHICA (@lachicabby)

O processo de criação da IULLT envolve um trabalho minucioso, ético e único. “Minha matéria-prima é garimpada, não tem como eu fazer várias peças repetidas, porque aí foge totalmente da ideia – que é seguir o slow fashion, uma moda construída e pensada de forma lenta”, complementa.

Continua após a publicidade

Processo criativo e o convite para fazer a peça da Luísa Sonza

Assim como a CH, você deve estar curiosa para saber como foi esse convite, não? “O Vitor Miranda, stylist da Luísa Sonza, entrou em contato comigo e comentou que gosta muito das minhas peças, que já tinha me visto e talvez precisasse para Luísa”, conta. Dito e feito!

Então, um dos assistentes do stylist contatou Ana e ambos deram início a esse processo. Este vídeo, que mostra o desenvolvimento do aclamado corset cinza e rosa usado por Luísa, viralizou no TikTok:

@lachicabby

O DIA EM Q @Luísa Sonza VESTIU IULLT 🥲🥲 #fyp #fypシ #pravoce #vozdomalvadao #luisasonza #sentadonaaicalica #fashiontiktok #designdemoda #VozDoMalvadao

♬ sentaDONA (Remix) s2 – Davi Kneip & MC Frog & Dj Gabriel do Borel & Luísa Sonza

Será que veremos mais aparições da cantora com os corsets da IULLT por aí? Enquanto não temos essa resposta, dá só uma olhada nas peças que a IULLT produziu durante a semana do Lollapalooza:

View this post on Instagram

A post shared by LACHICA (@lachicabby)

View this post on Instagram

A post shared by Julia (@oidantas)

View this post on Instagram

A post shared by Mari Cunha (@mariscunha)

View this post on Instagram

A post shared by RENATA SANTANA (@renatasmua)

Questionamentos e considerações relevantes

Na internet alguns internautas já classificam a peça como uma tendência e é aí que mora o problema. Agora que virou moda, será que todas as marcas e redes de fast fashion que estão reproduzindo e massificando o visual vão continuar seguindo e respeitando o fazer manual e a prática de sustentabilidade tão presente nas criações de designers como Cierra Boyd e Ana Laura? Não sabemos. Confira o ponto de vista da marca Sou Regressa:

View this post on Instagram

A post shared by REGRESSA® – UPCYCLE DESIGN (@souregressa)

Projetos futuros e planos para a IULLT

Apesar desse modelo de corset estar em alta agora, Ana Laura almeja coisas ainda maiores e matérias-primas inusitadas! “O tênis é só uma das matérias-primas que utilizo, mas não é o que define a minha marca. Tenho visto que o tênis virou hit e no TikTok está todo mundo falando sobre isso. Agora que virou hit, eu quero fugir dele, porque quero criar coisas novas”, conta. 

@lachicabby

perfeita pro carnaval hihi 😋😋 minha loja no inst4: @iullt.br #fashion #viral #itgirl #fy #fyp #ootd #looks #inspooutfit

♬ Way 2 Sexy – Drake

“Pretendo lançar coleções ou drops, que são coleções menores. Um drop de tênis, por exemplo. Quem comprou, comprou peças únicas. Ou então um drop de pochete, quem comprou, comprou e é isso”, finaliza Ana Laura.

A artista segue com o objetivo de continuar sua marca sustentável, no ritmo do slow fashion e, claro, de produzir cada vez mais com peças inusitadas e que tenham menos tecidos. Uau! Desejamos todo o sucesso do mundo para ela! <3

E aí, preparada para aderir o corset de tênis ou de pochete da IULLT? Conta pra gente! 

Continua após a publicidade

Publicidade