Marca de moda inunda passarela para fazer alerta sobre mudanças climáticas

A grife Balenciaga desfilou sua coleção de Outono/Inverno 2020 na Semana de Moda de Paris

Por thaissvarela - Atualizado em 4 mar 2020, 18h25 - Publicado em 4 mar 2020, 17h53

A indústria da moda está finalmente começando a se preocupar com os impactos que causa ao meio-ambiente, e as últimas semanas de moda comprovaram que a sustentabilidade está em pauta entre os designers. Depois da grife Stella McCartney ter trazido modelos vestidos como animais de pelúcia em seu desfile, para levantar a discussão sobre o uso de pele e couro entre as marcas, foi a vez da Balenciaga inundar sua passarela para discutir as mudanças climáticas.

View this post on Instagram

🇬🇧/🇮🇹 An incredible show by @demnagvasalia for @balenciaga FW2020 collection where he explored proposals for beauty towards the end of the world as he fused traditional dress codes like sportswear, erotica, goth & religion into one channel. The stage was flooded with water and models walked atop a platform and the ceiling was programmed with animated graphics to replicate atmospheric changes. – Uno spettacolo incredibile di @demnagvasalia per la collezione FW2020 di @balenciaga. Il designer ha esplorato le proposte di bellezza per la fine del mondo e ha fuso codici di abbigliamento tradizionali come sportswear, erotica, goth & religion in un unico canale. Il palco è stato inondato d'acqua, i modelli camminavano su una piattaforma e il soffitto è stato programmato con grafiche animate per replicare i cambiamenti atmosferici. #nssmag

A post shared by nssmagazine (@nssmagazine) on

Continua após a publicidade

A marca francesa apresentou sua coleção de Outono/Inverno 2020 durante a Paris Fashion Week no início da semana em um estúdio de cinema. Demna Gvasalia, diretor criativo, cobriu o chão da passarela e das duas primeiras fileiras de cadeiras com água, em referência ao aumento do nível dos oceanos em decorrência do aquecimento global. 

No teto do local, painéis de LED mostravam imagens catastróficas, que iam de ondas gigantes à erupções de lavas. Para enfrentar o ~fim do mundo~ imaginado pelo designer, roupas com ombros extremamente marcados, casacos longos e ~botas que viram calças justíssimas~. Vale dizer que toda a água utilizada para inundar a passarela do desfile será devolvida à prefeitura de Paris.

Passarela de Outono/Inverno 2020 da Balenciaga na Paris Fashion Week Estrop/Getty Images

O que você achou da reflexão proposta pelo desginer?

Publicidade