Garota de 13 anos está revolucionando a moda pra pessoas com deficiência | Capricho

Garota de 13 anos está revolucionando a moda pra pessoas com deficiência

Leah Zelaya quer roupas inclusivas, acessíveis e estilosas!

Por Da Redação 1 dez 2020, 13h13

colecao capricho sestini mochila bolsas

Garota de 13 anos quer revolucionar a moda para pessoas com deficiência
Leah Zeyala, de 13 anos, segurando seus produtos facilitadores para pessoas com deficiência Leah Zelaya/Reprodução

Com apenas 13 anos, Leah Zelaya já participou de um desfile na semana de moda de Nova York e estuda bastante para realizar o seu sonho de ser designer.

Aos 6 anos, a americana foi diagnosticada com atrofia muscular espinhal escápulo-peroneal. Isso significa que, à medida em que crescia, suas habilidades motoras enfraqueciam e ela perdia tecido muscular. Hoje, Leah usa suspensórios nas pernas para percorrer distâncias curtas e muletas bilaterais no antebraço, ou sua cadeira de rodas para distâncias maiores.

Entre as dificuldades que enfrenta, uma das mais básicas é conseguir se vestir. “Coisas como abotoar e fechar um zíper podem machucar os meus dedos, e eu também tenho problemas para que as calças caibam por cima dos meus suspensórios nas pernas”, contou em entrevista à Elle. “Eu quero ser independente, mas o simples fato de me vestir de manhã já é uma barreira para isso. Eu evito usar zíperes por causa da fraqueza das minhas mãos”, completa.

View this post on Instagram

A post shared by Leah Zelaya (@leahj.zelaya)

Ainda é difícil para a garota encontrar roupas que atendam às suas necessidades e que sejam, ao mesmo tempo, estilosas e com um bom preço. Pensando nisso, ela criou um acessório para ajudá-la a usar roupas convencionais do seu armário. Com o auxílio da Open Style Lab, uma organização sem fins lucrativos que cria produtos adaptáveis para pessoas com deficiência, Leah passou 4 semanas desenvolvendo uma ferramenta facilitadora de zíperes.

Continua após a publicidade
  • A minha filosofia é que moda para pessoas com deficiência deveria ser acessível e fofa“, diz. “Normalmente, as roupas adaptáveis são muito caras, em especial as mais estilosas.”

    Por isso, o facilitador de zíperes que ela criou, chamado “Easy Zip”, carrega essa proposta. Ele tem um formato semelhante ao de um donuts, com uma abertura oval, e um gancho no topo. “É muito simples. Você coloca o gancho no zíper e pode movê-lo para cima e para baixo”, explica. Enquanto com um zíper normal Leah demoraria 20 minutos para se vestir, esse facilitador permite realizar a tarefa em poucos segundos. Ele serve também para abrir e fechar bolsas, amarrar o tênis e desabotoar uma camisa.

    View this post on Instagram

    A post shared by Leah Zelaya (@leahj.zelaya)

    O diferencial da novidade em relação aos outros itens parecidos que existem no mercado é que se trata de um produto customizável. Cada pessoa pode escolher um modelo que mais reflete a sua personalidade – dá até para colocar glitter! “Estamos enfrentando desafios e criando artifícios sem sacrificar o estilo“, afirma Leah. O legal é que o lucro arrecadado com as vendas será destinado aos projetos da Open Style Lab.

    Mas a iniciativa para ser apenas o pontapé inicial na carreira da garota, viu? Ela está trabalhando em sapatos que caibam em seus suspensórios para pernas e que tenham várias cores e modelos diferentes. “Ainda há muito trabalho a ser feito. Os trajes de banho são outra área. Os designs atuais são muito desafiadores para pessoas com deficiência, especialmente quando estão molhados. Espero ver mais opções de roupas casuais para o dia a dia também”, finaliza.

    Desejamos sucesso para essa mini empreendedora maravilhosa! <3

    Continua após a publicidade
    Publicidade