Flavia Pavanelli dá dicas de estilo e revela sua tendência preferida

Em entrevista à CH, a influenciadora também contou como foi criar a sua própria marca de roupas

Por Sofia Duarte Atualizado em 30 jul 2021, 12h34 - Publicado em 27 jul 2021, 13h05
de um lado, o hidratante, o perfume e a máscara facial hello stars, dispostos lado a lado. De outro, as frases: Cada estrela é única, como você. Conheça a nova linha Hello Stars. Todos os elementos estão em um fundo azul escuro com estrelas que brilham
CAPRICHO/Divulgação

Aos 23 anos, Flavia Pavanelli é referência para os seus mais de 18 milhões de seguidores nas redes sociais. Com looks modernos, cheios de tendências do momento e que transitam por vários estilos diferentes, das propostas chiques com salto alto até as confortáveis com moletom e tênis, a influenciadora sempre inspira quem a acompanha. Agora, após investir na carreira de atriz, ela criou a sua própria marca de roupas, a Youse (que vende na plataforma TUDDU), ao lado das amigas Anna Clara Maia e Daniella Burghera.

Em entrevista à CAPRICHO, Flavia contou como construiu sua relação com a moda ao longo dos anos até chegar ao momento atual, em que se tornou empresária do ramo.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Flavia Pavanelli (@flaviapavanelli)

A influenciadora reconhece que a mudança do seu estilo, desde quando começou a trabalhar na internet, aos 14 anos, veio com o amadurecimento. “Tive, sim, pessoas maravilhosas no meu caminho, desde stylists até a minha vivência em editoriais de moda, fotógrafos, ensaios, revistas… Acho que um pouco de tudo fez com que eu tivesse uma bagagem um pouco maior em relação à moda, e eu adoro estudar sobre isso também. É um hábito que eu fui criando com o tempo”, explica.

“A gente sempre tem que evoluir e crescer. Acredito que, ao longo do tempo, eu vou mudar um pouco mais o meu estilo. Sou muito de humor, do que eu estou sentido… Tem dia que eu me visto de acordo com o meu humor, às vezes quero transmitir algo através do que estou usando e, realmente, hoje, a roupa traduz muito de mim.”

Na verdade, Flavia entrou em contato com esse universo ainda na infância. “Minha mãe tinha loja de roupas e eu fazia coleções com ela. Eu já tinha acesso ao preview de várias coleções e achava o máximo. Isso sempre me inspirou muito e, hoje, ser alguém que as pessoas olham e têm essa inspiração é uma daquelas coisas que o dinheiro não paga.”

“Eu adorava fazer as coleções com a minha mãe. Aprendia muito. Lembro que a gente chegava nas marcas e eu falava ‘Meu Deus, estou vendo toda a coleção antes de todo mundo’ e não podia compartilhar. Inclusive, esse foi um dos motivos para eu criar o meu blog, porque eu já estava um pouco mais à frente, já sabia o que viria para a próxima estação e o que seria tendência.”

View this post on Instagram

A post shared by Flavia Pavanelli (@flaviapavanelli)

E quanto às suas próprias referências, Flavia afirma que adora acompanhar desde pessoas mais próximas até estrelas gringas, como Hailey Bieber, Leonie Hanne e Chiara Ferragni. “Eu acompanho de tudo um pouco. Até passando na rua, eu vejo [as pessoas] e penso ‘Olha, que legal essa leitura, nunca tinha pensado dessa forma’ e, desde que eu incluí a moda na minha vida, eu comecei a enxergar isso em vários momentos e tudo acaba sendo uma inspiração.”

Se você adora o estilo da influenciadora, pode se jogar nos moletons, que são o atual vício dela. “Com a pandemia, todo mundo viu essa necessidade de estar mais confortável. Eu mesma senti muito, não tinha tantos moletons e, hoje, se deixar, só saio de moletom.”

View this post on Instagram

A post shared by Flavia Pavanelli (@flaviapavanelli)

Continua após a publicidade

Já uma tendência que ela provavelmente não usaria (pelo menos no momento, porque isso pode mudar! Hehe) é a calça de cintura beeem baixa. “Eu pago muito minha língua com isso! Eu tinha pavor de bucket hat e hoje amo de paixão!“, brinca.

Flavia revelou que uma das peças mais especiais que tem no armário é o primeiro sapato que ganhou do designer italiano René Caovilla. “Foi muito especial e eu guardo até hoje. É aquele sapato que tenho dó de usar, sabe? Isso me marcou bastante, porque pouquíssimas pessoas do Brasil receberam e, quando eu vi que estava na lista para receber o sapato, foi, assim, ‘Uau! Eu sou superfã da marca e eles me notaram, venci na vida!’ Hahaha.”

“Mas, eu acho que toda peça conta um pouquinho de história. Se eu for olhar, de repente um vestido, umas peças mais específicas… Eu sempre vou lembrar de algum momento ou de alguma situação”, continua.

View this post on Instagram

A post shared by Flavia Pavanelli (@flaviapavanelli)

Caso você ainda esteja no processo de encontrar o seu estilo e testar aquilo que funciona para o seu gosto, a dica da Flavia é se arriscar! “Para mim, tudo é adaptável. Pode ser uma peça trend do momento que conseguimos fazer leituras dela de várias formas. Acho que a moda é muito abrangente e o legal é que você consegue traduzir o que está sentindo. É ter coragem de usar e, se der errado depois, não tem problema. Hoje, vejo looks que eu fui usando até me descobrir e falo ‘Caramba, eles fizeram parte para esse caminho de me encontrar na moda’. Não tenha medo e pesquise muito”, aconselha.

“Se você realmente gosta desse universo, olhe mais para as pessoas que estão vivendo isso, busque referências… E, pra mim, geralmente (não sempre), o básico não tem erro. Por exemplo, estou amando sair com um jeans legal de corte bonito e uma t-shirt básica. Eu descobri que isso, pra mim, já é superestilo! E acho que é isso, não ter medo de ousar, saber brincar com as peças e pesquisar.”

View this post on Instagram

A post shared by Flavia Pavanelli (@flaviapavanelli)

Quanto ao interesse por criar sua marca, Flavia observa uma influência da admiração que tinha pelas lojas na época em que acompanhava os bastidores ao lado de sua mãe. “Eu sabia quando dava defeito em uma peça, porque era um defeito… Aí, fui construindo essa vontade. Talvez sempre tenha sido um sonho [criar a própria marca], mas eu ainda não tinha descoberto. Assim que surgiu a oportunidade, eu agarrei e veio no momento certo.”

O papel da atriz na Youse é mais na parte criativa. Porém, ela afirma que o trabalho é feito em conjunto com as outras sócias da etiqueta. “Todo mundo é muito parceiro. Mesmo que cada um tenha a sua função, no final a gente gosta de ouvir todo mundo. Eu estou bem à frente da parte criativa, que é a parte que eu sou completamente apaixonada, de trazer tendências e coisas diferentes. A nossa proposta é ter uma marca matriz, que é a Youse, para levarmos peças principais. Precisa de um bom jeans? Tem na Youse. De uma t-shirt básica? Você encontra na Youse também. E, aí, temos a coleção By Flavia Pavanelli, que veio junto para colocar informações mais de moda mesmo, como se fosse um complemento de tudo isso.”

View this post on Instagram

A post shared by Flavia Pavanelli (@flaviapavanelli)

Flavia deu um spoiler e disse que o próximo lançamento da marca promete bombar! “Vai ter uma estampa muito linda que eu acho que as pessoas vão gostar bastante, e o corte dos vestidos que estão por vir também. A gente se preocupou com cada detalhe e eles vão cair como uma luva no corpo das pessoas.”

Tem o sonho de fundar a sua marca? Flavia diz que, primeiro de tudo, você precisa acreditar na sua ideia. “Empreender não é fácil, mas acho muito importante a gente nunca desistir“, afirma. “Não posso falar que entrei nessa de paraquedas, porque já tinha um pouquinho de noção. Mas, mesmo assim, quando estamos vivendo isso, vemos o quão importante é estudar, ter uma estrutura legal e o que você pode fazer para isso, porque a estrutura de uma empresa é muito importante. Hoje em dia, existem também muitos cursos online, cursos de marketing e outras coisas que você pode agregar para a sua marca.”

View this post on Instagram

A post shared by Flavia Pavanelli (@flaviapavanelli)

E você precisa amar o que faz, colocar sua energia, depositar tudo o que puder para traduzir nas peças o que você sente. Eu me preocupei muito que as pessoas batessem o olho na coleção By Flavia Pavanelli e lembrassem de mim, falassem que aquilo é a minha cara, mas também com um toque da cara das minhas seguidoras. Acho que é realmente dar tudo de si, estudar bastante e nunca deixar de acreditar”, finaliza.

Continua após a publicidade

Publicidade