As meninas da Galera CH testaram a Pantys – a calcinha absorvente

Aniké Pellegrini e Isabella Vieira contaram os desafios e as vantagens de substituir os absorventes por calcinhas absorventes

 (Divulgação/CAPRICHO)

Ficar menstruada pode até ser um pouco complicado, mas o mercado está trazendo várias inovações para deixar ~aqueles dias ~ mais fáceis. Depois dos coletores menstruais, as calcinhas absorventes chegaram ao Brasil. A marca Pantys criou uma calcinha para substituir absorventes e também cuidar do meio ambiente – reduzindo o lixo. Elas possuem um tecido antibacteriano que evita odores e absorve o sangue muito rápido, prometendo te deixar sequinha. Pra dar tudo certo, você só precisa seguir as instruções: usá-la 6 horas por dia, entender a intensidade do seu ciclo e lavá-la logo após o uso.

Para comprovar tudo isso, a Aniké Pellegrini e a Isabella Vieira, da Galera CAPRICHO, testaram as calcinhas e nos contaram como é usá-la. Olha só:

Aniké Pellegrini e Isabella Vieira, da Galera CAPRICHO (Arquivo pessoal/Reprodução)

Primeira impressão

“Quando vi a Pantys pela primeira vez, num vídeo da própria empresa, logo imaginei que usá-la daria a sensação de estar de fralda ou que deixaria uma textura molhada, mas eu confiava que não vazaria ou sairia do lugar. Assim que abri a caixinha, vi como ela é elástica, macia e fina. Fiquei mais confiante, porque imaginei que ela se ajustaria bem ao corpo – de qualquer uma”, contou Aniké. O tecido tem 1/3 da espessura de um absorvente comum e promete o dobro da absorção. Quando você compra sua Pantys, recebe, junto com a peça, um saquinho para lavagem. A Isa até se empolgou de primeira: “Eu, que sempre tive uma relação de amor e ódio com minha menstruação, tive vontade de experimentar essa nova proposta na mesma hora”.

Entendendo o ciclo

Como a gente disse, você precisa entender melhor seu ciclo e então escolher o modelo ideal. Os absorventes, quando entram em contato com o sangue, acabam inchando e dando a sensação de que estamos menstruando mais do que realmente estamos. A Pantys se preocupou em criar quatro modelos diferentes para cada intensidade. A Aniké entendeu a diferença logo no primeiro dia de uso: “No meu primeiro uso, eu usei a Pantys (modelo clássica, fluxo moderado) entre 5 e 6 horas seguidas, mas vazaram algumas gotas de sangue.  Quase nada comparado com a quantidade que costuma vazar com o absorvente”. E a Isa também já percebeu que é importante conhecer seu ciclo na hora da escolha: “Minha Pantys (modelo biquíni, fluxo moderado) absorveu tudo durante o dia, mas acabou vazando para a roupa enquanto eu estava dormindo. Um ponto que não achei tão bom, mas que provavelmente foi erro na escolha da calcinha, que devia ser com de acordo com a quantidade de fluxo”.

Os modelos da calcinha absorvente: tanga, biquíni, clássica e hot pant (esquerda para direita).  (Pantys/Divulgação)

Usando pra valer

No dia mais intenso do fluxo, as meninas usam em média cinco absorventes comuns, afinal eles precisam ser trocados a cada três horas. Com a Pantys, os números mudam: você precisa de duas ou três calcinhas para os dias mais intensos, porque elas devem ser trocadas a cada seis horas para que não haja vazamento. Por isso, Aniké e Isa recomendam que você tenha pelo menos duas peças: “Por ter uma só, tive que intercalar o uso dela com absorvente”, contou Aniké. E na hora de lavar, é bom ter uma peça reserva! “Se você pretende substituir o uso do absorvente pelo da calcinha, precisa ter em mente que é necessário no mínimo duas unidades, uma para quando a outra estiver lavando”, conta a Isa. E pra dormir? Durante a noite ficamos mais tempo com a calcinha e muitas meninas se mexem bastante, então o medo de vazar algumas gotas aumenta. Aniké contou que não teve problemas nessa hora: “No fim do meu fluxo, eu decidi dessa vez dormir com minha Pantys, e foi uma excelente decisão porque eu dormi ‘seca’ e confortável, dormi muito bem”. Sem medo!

Conclusões

Depois do uso, a Aniké e a Isabella amaram suas calcinhas! Além de testarem uma nova forma de passar por esses dias ~vermelhos~, as meninas ajudaram bastante o meio ambiente. Aniké elogiou tudo:  “Não tenho do que reclamar da Pantys. Com ela eu reduzi a minha produção de lixo e entendi melhor meu fluxo. O meu plano agora é comprar mais uma ou duas para abolir de vez o uso de absorventes”. E a Isa lembrou de um ponto importante, a duração das peças: “A ideia foi incrível e é superecológica, afinal dura em média 2-3 anos”. Sucesso, né?

Os preços variam entre R$ 75 e R$ 95, e as calcinhas podem ser compradas no site da Pantys.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s