Tihuana pegou um, pegou geral!

A história da música "Tropa de Elite", da banda Tihuana

A banda Tihuana estourou em 2000 com a música Tropa de Elite. Na época, a música virou febre e a caiu na boca do povo. Sete anos depois o maior filme de 2007 trouxe a canção de volta às paradas. Roman, o baixista da banda, conversou com a CAPRICHO sobre a música e o filme.

Como vocês receberam o convite para fazer parte da trilha do filme Tropa de Elite?

A gente recebeu uma ligação da produtora do filme no início de 2007. Eles nos falaram que estavam fazendo um filme que ia contar a história de um capitão do Bope. E também que o filme ia ter o Wagner Moura e que o diretor ia ser o José Padilha, que nós já conhecíamos de nome por causa do documentário Ônibus 174. Como sabíamos que os dois eram bons, achamos a história bacana e autorizamos. Sem nem saber direito como seria o filme e muito menos que nome seria Tropa de Elite.

A música é do primeiro CD de vocês e fez muito sucesso na época do lançamento, né?

Sim. Em 2000, quando o CD Ilegal foi lançado, ela foi single, virou clipe, tocou direto nas rádios. A música foi um sucesso e, até antes do filme, ela ia bem nos shows. Junto com Pula e Renata era uma das músicas fortes do nosso repertório.

E com o filme isso aumentou?

Ah, com certeza, o tsunami do filme Tropa de Elite nos arrastou também, toda a polêmica do filme, da pirataria e a força do filme mesmo. A música foi mesmo na onda. Para a banda, está sendo muito bacana.

Como é a sensação de ver a música voltar depois de todo esse tempo, e com toda essa força?

Realmente, prova como o mundo dá voltas. A música voltou a tocar nas rádios, a alcançar primeiro lugar, é uma das mais baixadas para ser toque de celular, em sites de crifras ela também está no tropo das procuradas, a musica ressuscitou total.

E assim alcançou uma galera mais nova que não lembrava da música, né?

Exatamente. Essas meninas que agora tem 15 anos, na época tinham 8. E isso é bem legal, porque dá um reciclada no nosso grupo.

Você já assistiu o filme?

Claro!

E assistiu o pirata?

Ah, assisti só depois. (risos) Primeiro a banda foi toda na pré-estréia ver no cinema. Até porque queríamos ver com um som bom, ouvir a música direito. Assistimos numa sessão para o elenco e convidados e conhecemos todo o pessoal filme.

No filme, a música é muito impactante. O que vocês sentiram quando viram a música no filme?

Vendo no cinema a gente entendeu, o porquê da liga da parada. A gente não escreveu essa música pensando em nada daquilo, em Bope, Rota ou qualquer tipo polícia. A gente chegou a conclusão que se tivessem pedido para a gente fazer um música para o filme ela não ficaria tão perfeita como essa ficou.

Qual a é história da música, afinal?

Tropa de Elite era o Tihuanna, na verdade. O que queríamos dizer é que estávamos chegando e tomando a cena musical de assalto. A banda era novidade, era o nosso primeiro CD. E a gente com a pegada de uma banda rock queria chegar e arrebentar! Mas é engraçado, porque nesses anos todos, as vezes rolava de estar no show e algum segurança que também servia algum batalhão falar para a gente ¿cantamos essa música lá no quartel¿, até bombeiros já tinham falado isso para gente. O próprio José Padilha, diretor do filme, falou que quando estava entrevistando a galera do BOPE ele perguntou o que os caras ouviam nas missão. E eles falaram ¿ a gente sempre coloca na viatura a música Tropa de Elite do Tihuana, quando está indo para uma missão.

E com a revitalização da música, rolou uma nova versão?

Olha que legal, a gente acabou fazendo amizade com a galera que participou do filme. E o André Ramiro, que interpreta o aspira Matias do filme, é rapper além de ator. Então o Tihuana acabou fazendo uma versão nova da música Tropa de Elite com ele fazendo um rap. E essa versão já está tocando em algumas rádios.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s