Iza vai bombar muito em 2017: “vou entrar na cabeça de vocês”

A cantora carioca vai lançar seu primeiro single ainda este mês

Se você é fã de música, prepare-se: 2017 chegou com tudo e traz uma cantora que garante que veio para ficar. Você deve se lembrar de ter visto alguns vídeos da carioca Iza soltando a voz nas redes sociais no ano passado. Depois que Hugo Gloss e Paulo Gustavo compartilharam covers da cantora, ela ganhou mais de 70 mil seguidores, assinou um contrato com a Warner Music, emplacou uma participação na minissérie Nada Será Como Antes e uma música, Quem Sabe Sou Eu, na trilha sonora da novela das 7h da Globo, Rock Story. Com referências como Beyoncé, RihannaLauryn Hill, Iza se prepara para conquistar seu coração (e seu Spotify) com faixas sensuais e bem dançantes!

Foto: Nani Rodrigues/ Beleza: Leila Turgante/ Styling: Fabiana Leite Foto: Nani Rodrigues/ Beleza: Leila Turgante/Styling: Fabiana Leite

Foto: Nani Rodrigues/ Beleza: Leila Turgante/Styling: Fabiana Leite (/)

CH: Você decidiu se dedicar à carreira de cantora há dois anos e muita coisa já aconteceu. Esperava que fosse estourar assim tão rápido? 
IZA: Sempre pensei muito no caminho que deveria seguir. Alcançar toda essa visualização não foi uma surpresa, porque eu sempre corri muito atrás disso, mas eu realmente não imaginava que tudo fosse acontecer tão rápido! Depois que o Hugo Gloss e o Paulo Gustavo compartilharam meus vídeos, as coisas ficaram intensas!

CH: Você pretende lançar um trabalho em 2017. O que é?
IZA: Por enquanto, a única certeza é a de que meu primeiro single sai agora em janeiro. Já tenho músicas para um álbum inteiro, mas quero sentir o terreno antes de lançar qualquer coisa desse tamanho.

Foto: Nani Rodrigues/ Beleza: Leila Turgante/ Styling: Fabiana Leite Foto: Nani Rodrigues/ Beleza: Leila Turgante/Styling: Fabiana Leite

Foto: Nani Rodrigues/ Beleza: Leila Turgante/Styling: Fabiana Leite (/)

CH: Você fala muito sobre a luta negra, o poder da mulher… Pretende leva isso para sua música, certo?
IZA: Com certeza. Me enxergo como uma mulher forte, me amo bastante, e gosto que as pessoas que me escutam pensem
da mesma forma que eu. Acho muito importante que os artistas entendam que têm um papel social, sabe? Precisamos ter
a preocupação de levantar bandeiras.

Ficou curiosa para saber mais sobre a Iza? Então baixe a nova edição da CAPRICHO WEEK! Além de trazer a entrevista com a cantora na íntegra, a nossa revista digital conta tudo o que vai bombar em 2017. Tem nossas apostas para cinema, TV, música, moda e beleza!

week-154_capa

 (/)

Para baixar a CH WEEK, é bem fácil: é só entrar na App Store (iOS) ou na Google Play (Android) e procurar por Capricho Week. Aí é só baixar e escolher a edição que você quer ler. Se preferir, assine e leia tudo com um superdesconto! Corre lá e depois conte pra gente o que achou!

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

  1. Não conhecia ela, mas achei poderosíssima. Ahaza!

    http://ilacamiblog.com

    Curtir

  2. Luanny Faustino

    Eu assinava capricho qd adoslecente e passei 1 ano escrevendo TODOS os meses uma cartinha para eles falando que gostaria de ver negras representadas na revista. Eu sempre recebi uma resposta automatica e nao vi diferença nas proximas ediçoes. Ate que desisti, cancelei a assinatura e nunca mais abri uma revista. Fico mto feliz aos meus 34 anos ver que a revista está acordando e mudando. Dá esperança de meus filhos viverão num mundo melhor ❤

    Curtir