Você precisa conhecer Freaks and Geeks

Por Da Redação Atualizado em 17 ago 2016, 11h59 - Publicado em 18 dez 2015, 16h44

I’m baaaaaack!

E aí, gente, tudo bem?

Depois de pouco mais de um mês sem post, tô bem feliz por voltar a escrever sobre as séries que amamos e contar pra vocês que estou de casa nova aqui na Capricho.

Mas vamos ao que interessa!

Tevê é um pouco como moda, tem paixão por determinadas décadas, estilos e etc. Olha aí a fofa da Carrie Diaries que não me deixa mentir com a Bradshaw dos tempos das ombreiras e saias de tule.

Uma série que fez eu me apaixonar pelos anos 80 – tanto quanto a nova Carrie – neste break foi Freaks and Geeks. Tô vintage, eu sei! A série foi ao ar entre 1999 e 2000 nos Estados Unidos (sim, durou só 18 episódios), mas tinha a trama concentrada em um colégio em 1980. O que tem de especial? Bom…

PÃ! Sim, você viu o James Franco adolescente nesta foto

 Freaks and Geeks virou o que os gringos chamam de cult fave, ou seja, é bem amada pelos críticos por ter uma trama ágil, engraçada, honesta sobre os temas mais tensos dessa fase (como bullying) e, principalmente, por ter lançado um elenco que hoje brilha por aí. Olha só:

Jason Segel vivia Nick Andopolis, um garoto freak que tinha um sonho de ter uma banda e ficar famoso, em vez de se alistar no Exército. Ele também era fofo, desajeitado e engraçado, até se apaixonar… Aí ele virava o namorado pegajoso, para o pavor da Lindsay. Hoje, você conhece o Jason de filmes como Ligeiramente Grávidos e como o awesome Marshall Eriksen de How I Met Your Mother.

Continua após a publicidade

 Linda Cardellini era Lindsay Weir, a protagonista. A garota super geek, que só tirava nota alta, faz a transição para o mundo dos freaks (os bad boys do colégio) depois da morte da avó. Apesar disso, ela é bem intencionada e só se mete em cilada, porque não tem o jogo da cintura do resto da galera. Ela ficou famosa mesmo depois de viver a enfermeira Sam das últimas temporadas de ER e por ser a última amante de Don Draper em Mad Men.

 James Franco era o Daniel Desario, bad boy meeeeesmo. Mas fofo, que tinha uma relação complicada com a ex-namorada (na verdade, sempre atual). Ele é quem causava na série, como aliás, vive causando até hoje nos nossos corações vide Spring Breakers e Oz: Mágico e Poderoso.

 John Francis Daley era Sam Weir, o irmãozinho mais novo e mais nerd da Lindsay. Ele rende a maior parte das risadas de Freaks and Geeks por tentar se safar de apanhar de outros moleques e conquistar o coração da cheerleader. Se você achava que o Dr. Sweets de Bones era o personagem mais desajeitado dele…

Busy Phillips hoje é a hilária Laurie da cul-de-sac gang de Cougar Town (a série da ex-Monica de Friends). Mas nessa época, ela era a garota-enxaqueca Kim Kelly, namorada do personagem de James Franco. No início, ela odeia Lindsay, mas acabam dividindo problemas e se tornando amigas.

Seth Rogen encarnava o Ken Miller, o cara mais sossegado da turma. Era do tipo que só abria a boca pra soltar pérola, sabe? Mas queria muito que ele tivesse ganhado outras temporadas para tentar ficar com a Lindsay, seria sensacional. Hahahaha. Enfim, hoje ele dá o ar da graça em filmes de comédia: O Virgem de Quarenta Anos, Ligeiramente Grávidos e no recente É O Fim.

Bônus: a mãe da Lindsay (Becky Ann Baker) é a mãe da Hannah em Girls! Aliás, o produtor da série era Judd Apatow, que hoje também produz a série de Lena Dunham. Com tanta gente boa, por que nunca emplacou? Bom, Freaks and Geeks foi ao ar em meio à febre Friends nadacontraachoótimo e se deu mal na audiência por lá. Mas ficou para a história! Já deu para imaginar porque queria assistir há tempos, né?

E aí, curiosas? Me contem o que acharam nos comentários!

Beijo!

Continua após a publicidade
Publicidade