Tudo o que rola na Joanne Tour, a nova turnê de Lady Gaga

A CAPRICHO acompanhou um show da cantora em Nova York para saber o que ela deve trazer para o Rock in Rio!

Por Thaís Varela, de NY Atualizado em 29 ago 2017, 19h40 - Publicado em 29 ago 2017, 19h34

Emoção e, claro, muito glamour marcaram o show da nova turnê da Lady Gaga em Nova York, a Joanne World Tour, nesta segunda-feira (28). Apesar da noite fria, os fãs da cantora não deixaram de comparecer ao estádio Citi Field e muito menos de caprichar nos looks para homenageá-la, vestindo chapéus cor-de-rosa, como na capa de seu novo álbum, muito brilho e salto alto.

Um pouco antes do show começar, um cronômetro apareceu nos telões e iniciou uma contagem regressiva para que a diva entrasse no palco. Para abrir a apresentação, a cantora emendou os novos hits Diamond Heart e A-Yo e deixou todo mundo animado para o que estava por vir nas próximas horas.

Os clássicos também não faltaram e o público dançou muito ao som de Alejandro, Poker Face, Just Dance, Born This Way e Applause. No palco, Gaga não parou um minuto, mandando muito bem nas coreografias junto com seus dançarinos, fazendo solos com o microfone e tocando guitarra e piano.

A cantora conversou com os fãs e disse que estava super feliz em apresentar sua nova turnê em Nova York, sua cidade natal. Ela agradeceu vários amigos e familiares que estavam na plateia e falou sobre como o local influenciou sua música e quem ela é.

Em um momento ainda mais emocionante, Gaga passou do centro do palco para um anexo no meio da galera para tocar piano e arrasou com a música Come to Mamma, depois de um discurso lindo sobre como o mundo precisa de mais união, amor e respeito entre todos.

Continua após a publicidade

Alguns instantes depois, a cantora voltou para o palco principal com um figurino country totalmente diferente e falou sobre a música Joanne e a importância que seu novo álbum teve para toda a sua família – o novo disco da cantora é uma homenagem à sua tia paterna, Joanne, que morreu aos 19 anos vítima da doença de Lúpus. Gaga, que tem Joanne como seu nome do meio, dedicou a canção à sua avó, que não pode comparecer ao show, e tocou violão com mais dois músicos. Sem dúvida esse foi um dos momentos mais bonitos da apresentação – quase caiu uma lágrima no final da música!

Quando todos acharam que a Mama Monster tinha encerrado o show, ela voltou com um visual todo montado para cantar Bad Romance e colocou a plateia para dançar novamente com mais hits.

O figurino da cantora estava incrível e acompanhou os diferentes momentos do show. Rolou look country com muitas franjas para músicas mais animadas como John Wayne, macacão com transparência e aplicação de couro para os clássicos e, para finalizar a noite, um chapéu cor-de-rosa com uma capa longa, ambos inteirinhos com brilho, entre outras roupas de tirar o fôlego.

Gaga agradeceu muito aos fãs durante todo o show e terminou a apresentação com a música Million Reasons, que foi tocada parte no piano pela cantora e depois no palco junto com a banda. Quando ela estava quase finalizando a canção, as luzes do estádio foram ligadas e iluminaram a plateia, revelando milhares de pessoas dançando com as mãos para o alto no mesmo ritmo da cantora. Sintonia de arrepiar!

https://www.instagram.com/p/BYZJEWtgVZa/?tagged=joanneworldtour

Agora, é só esperar a vinda de Gaga ao Brasil, daqui um pouco mais de duas semanas. É que a cantora é a principal atração do primeiro dia de Rock in Rio, que acontece em 15 de setembro. É verdade que, em festivais, os shows são um pouco diferentes, mas os looks baphônicos e os momentos emocionantes… ah, esses com certeza virão!

  • Continua após a publicidade
    Publicidade