Taylor Swift agradece após vencer processo contra assediador

Ela também prometeu fazer diversas doações a organizações

Por Bruna Nobrega - Atualizado em 15 ago 2017, 13h59 - Publicado em 15 ago 2017, 13h50

O julgamento envolvendo Taylor Swift e o DJ David Mueller finalmente foi encerrado nesta segunda-feira (14/08) e, felizmente, o júri votou a favor da cantora.

O caso analisado envolvia dois processos: o primeiro, feito por Mueller, afirmava que Taylor, sua mãe e um dos seus assessores, eram diretamente responsáveis por sua demissão, e o segundo, feito por Taylor como um contra-processo, tornava público o caso de assédio que ela sofreu em 2013 durante um meet&greet da Red Tour, em que o DJ apalpou seu bumbum por baixo da saia.

Foto do Meet&Greet que mostra o momento do assédio TMZ/Reprodução

O júri determinou que nenhum dos três acusados por Mueller era diretamente responsável por sua demissão e que David assediou, sim, Taylor, concedendo a cantora o único dólar que ela pediu pelo processo.

Após a decisão, Tay publicou um comunicado agradecendo a todos. “Eu gostaria de agradecer o Juiz William J. Martinez e o júri por sua cuidadosa consideração, meus advogados Doug Baldridge, Danielle Foley, Jay Schaudies e Katie Wright por lutarem por mim e por todas que se sentem silenciadas pelo assédio sexual, e especialmente a todos que ofereceram apoio durante o acontecimento de 4 anos e o processo de 2”, escreveu.

Continua após a publicidade

“Eu reconheço o privilégio que eu tenho na vida, na sociedade e na minha habilidade de arcar com o custo enorme de me defender em um tribunal como esse. Minha esperança é ajudar aquelas cujas vozes também devem ser ouvidas. Portanto, eu farei doações em um futuro próximo para múltiplas organizações que ajudam vítimas de assédio sexual a se defenderem”, continuou.

Que bom que deu tudo certo no final <3

Publicidade