Stalker de Taylor Swift é condenado a 10 anos de monitoramento

Frank Andrew Hoover foi preso em 2016 por perseguir a cantora e chegou a ameaçar ela e a família de morte!

Por Bruna Nobrega 3 abr 2018, 18h23

Agora Taylor Swift pode ficar um pouco mais aliviada. De acordo com o TMZFrank Andrew Hoover, que perseguia a cantora desde 2015, foi condenado a 10 anos de liberdade vigiada além de ter sua presença monitorada por GPS por pelo menos um ano – ele não pode chegar a menos de 1,5km de Taylor e sua família.

O stalker foi preso em 2016 por perseguir Tay e chegou a ameaçar ela e a família de morte! Recentemente, ele enfrentou novas acusações após a polícia ter acesso a emails que ele mandou ao pai da cantora, Scott Swift, entre maio de 2015 e outubro de 2016.

Nas mensagens, Frank dizia que havia “decidido acabar com todos os Swifts um dia porque não posso aguentar essa m***a de vírus que sua filha espalhou”. Ele também chegou a chamar toda a família de “demônios” e mandar eles irem “para o inferno.”

Se ele não seguir as regras impostas pela justiça pode ir parar atrás das grades definitivamente. Que horror, né?

Continua após a publicidade

Publicidade