No Brasil pela primeira vez, Melanie Martinez fala sobre inseguranças e cabelo colorido

A cantora conversou com a CAPRICHO um pouco antes de desembarcar no país para fazer dois shows

Por Gabriela Zocchi - Atualizado em 17 ago 2016, 17h56 - Publicado em 27 nov 2015, 17h40

Ela tem cabelo de duas cores, é a louca dos doces e faz música com brinquedos… Seria meio bizarro se Melanie Martinez não fosse tão incrível! Aos 16 anos, a garota participou da terceira temporada do The Voice, onde chegou a ficar entre os seis melhores. Mesmo não tendo vencido o reality show, Melanie continuou investindo na carreira de música e lançou seu primeiro álbum, Cry Baby, este ano.

[youtube=https://www.youtube.com/watch?v=zAB5AC9yhY0&w=640&h=390]

Agora Melanie está no Brasil para seu primeiro show fora dos Estados Unidos. A cantora se apresenta hoje (27/11) em São Paulo, no Carioca Club, e no domingo (29/11), no Miranda do Rio de Janeiro. Um pouco antes da vinda de Melanie, a CAPRICHO conversou com a cantora para saber mais sobre seus planos por aqui e os próximos passos no trabalho. Olha só:

Melanie, você vem pro Brasil pela primeira vez! Está animada?

Estou muito animada! É minha primeira vez fora dos Estados Unidos, na verdade, então estou muito empolgada.

Por que escolheu vir para o Brasil em primeiro lugar?

Continua após a publicidade

Os fãs comentam “come to Brazil” no Twitter o tempo todo. Eu percebi que eles realmente queriam um show e aí decidimos que seria uma oportunidade de conhecer gente nova em um país diferente. Queria poder tocar o álbum ao vivo para pessoas que querem ouvi-lo e não tem lugar melhor que o Brasil para isso, né?

Você lançou seu primeiro disco, Cry Baby, este ano. Qual das músicas é a mais pessoal para você?

Training Wheels é a mais pessoal para mim, porque é a única música sobre amor no álbum. Eu estava feliz e apaixonada de verdade quando a escrevi e essa é uma emoção meio estranha para mim. Normalmente sou mais triste (risos), mas essa música é bem pra cima.

Algumas músicas desse álbum foram feitas com brinquedos. De onde veio essa ideia?

Eu coleciono muitos brinquedos antigos dos anos 50 e 60. Achei que seria interessante ver como eles soariam em uma música e gostei muito do resultado, então continuei explorando isso e buscando sons diferentes. É algo que me inspira a continuar escrevendo.

Continua após a publicidade

Você acha que vai usar brinquedos no seu segundo disco?

Ainda não tenho certeza. Talvez use alguns sons de brinquedos diferentes, mas não sei se vai ser tanto com sinos e carrilhões como foi no primeiro álbum. Desta vez estou pensando em sons mais crus.

Sua música Carousel está na trilha sonora de American Horror Story . Você gosta de séries?

Eu amo AHS ! É a minha série preferida de todos os tempos. Estou revendo as primeiras temporadas com meus amigos porque eles nunca assistiram. É muito legal voltar na história e mesmo assim ainda sentir as mesmas coisas que senti quando assisti da primeira vez. É uma série incrível!

Como você se sentiu quando soube que uma música sua entraria na série?

Continua após a publicidade

Eu surtei! Fiquei muito animada. Mesmo!

[youtube=https://www.youtube.com/watch?v=OKY57T5mvLY&w=640&h=390]

Uma vez você disse que era uma garota insegura e que Cry Baby te ajudou a se tornar mais confiante. Como foi isso?

Quando eu comecei a escrever o álbum, eu tive uma ideia. Eu escrevia títulos de músicas no meu iPhone e vi que todos tinham a infância como tema. Aí eu relacionava o nome com alguma situação pela qual estava passando como adulta. Eventualmente, tudo acabou virando a história de uma personagem chamada Cry Baby. Ela é muito parecida comigo, porque ela era muito insegura no começo da história e com o tempo e a experiência, ela se torna mais confiante e feliz em sua própria pele. Eu acho que eu fiz o mesmo tipo de transição na minha vida quando escrevi o disco. Esse álbum é muito pessoal e importante para mim, porque ele mostra o meu crescimento.

Que conselho você daria para garotas que também se sentem inseguras?

Ache o que te faz feliz e não tenha medo de tentar coisas diferentes. Experimente roupas novas, teste opções de maquiagem… Seja você mesma e se expresse como gostaria, sem se preocupar com o que as pessoas vão pensar.

Continua após a publicidade

O Troye Sivan disse no Twitter que gostaria de escrever uma música com você. Existe alguma chance disso acontecer?

Talvez. Seria incrível! Eu amaria trabalhar com ele algum dia. Ele é incrível.

Seu cabelo é um ícone seu. De onde veio a ideia de pintá-lo com duas cores?

Eu decidi pintá-lo desse jeito quando tinha uns 16 anos. Minha mãe não me deixava tingir o cabelo e, para ser rebelde, falei que ia pintar como a Cruela, dos 101 Dálmatas . Ela não acreditou em mim e então eu fiz, aí ela ficou muito brava e não falou comigo por uma semana. (risos) Desde então eu mantive essa ideia de duas cores, mas agora minha mãe ama ele assim!

Você tem alguma dica para meninas que querem ter cabelo colorido?

Continua após a publicidade

Só uma: se jogue e se divirta!

E aí, gostou da Melanie? A gente já tinha falado sobre ela no Você Precisa Ouvir. Vem ver!

[youtube=https://www.youtube.com/watch?v=IFsy57oiPHQ&w=640&h=390]
Publicidade