Não é não! Anitta manda recado sincero e desabafa sobre assédio

A cantora disse que é mais explosiva na hora de reagir, mas que entende que cada menina lida de um jeito com a situação

Por Izabel Gimenez - Atualizado em 21 fev 2020, 18h41 - Publicado em 21 fev 2020, 17h36

Carnaval é uma época ótima: curtição, folia, feriado, amigos e por aí vai… Mas a gente sabe que ainda tem muitos homens que se usam a situação para se aproveitar das garotas.  E, embora esta seja uma realidade recorrente em todos os outros dias do ano, são nessas festas que diferentes tipos de assédio acontecem mais. Anitta, que já passou por experiências bem chatas e constrangedoras, resolveu falar sobre o assunto e mandar a real! 

Anitta Instagram/Reprodução

“Faço questão de parar, colocar minha opinião e dar o devido sermão. Sou bem rígida em relação a isto. Agora cada mulher tem sua personalidade e reage de forma diferente. Umas ficam com vergonha e acabam rindo de nervoso. Cada pessoa é uma e tem uma reação. Sou mais explosiva, por isso é importante falar que o homem não tem que fazer isso”, afirmou em entrevista à Quem. 

Vale lembrar que, recentemente, a cantora usou seu Twitter para falar sobre o motorista que assediou uma menor e ainda culpou “short do tipo Anitta” que ela estava usando. Nada justifica um assédio. A forma de se vestir, sentar, falar etc não significa qualquer autorização ou pedido ou convite a ser assediada e/ou invadida, abusada, estuprada, etc”, afirmou.

Independentemente de qual “tipo” você é, lembre-se: não é não! Se você se sentir ofendida ou pressionada em qualquer festa, Uber ou bloquinho, procure alguém de confiança e denuncie! Paquera é quando a cantada te agrada, te faz sorrir e, acima de tudo, te respeita. Se ultrapassou o “não” ou nem te deu a chance de dizê-lo, é tudo assédio. 

Continua após a publicidade
Publicidade