MC Kevin: Deolane Bezerra discursa sobre morte do marido e falsas amizades

A advogada desabafou no velório do funkeiro, morto neste domingo (16)

Por Da Redação Atualizado em 19 Maio 2021, 12h06 - Publicado em 18 Maio 2021, 15h08

Na madrugada desta terça-feira (18/5), aconteceu o velório de MC Kevin, morto no domingo (16), após cair da sacada do 5º andar de um hotel no Rio de Janeiro. A cerimônia aconteceu na quadra da escola de samba da Vila Maria, em São Paulo, foi aberta ao público e contou com a presença de familiares e amigos. Deolane Bezerra, esposa do funkeiro, fez um discurso emocionado sobre a morte de Kevin e as suas “falsas amizades”.

  • A viúva do MC fez questão de enfatizar que ele estava naquela situação por causa da amizade, de pessoas que o “sugavam”.  Além disso, deu sua versão da tragédia. “Meu marido estava deitado comigo e teve que descer para pagar a conta de hotel de gente que deveria ter vindo embora para São Paulo, mas [Kevin] quis tolerar gente sanguessuga do nosso lado. Todos nós temos que fazer por onde, ter o nosso, entendeu?”, disse, se referindo a amigos que o acompanhavam na viagem ao Rio.  

    Isso aqui é amizade, porque o Kevin, quando estava com pessoas do bem, foi para a ‘Mansão Maromba’, virou outra pessoa. Eu não queria ele lá por ciúmes, mas quando ele falou: ‘Lá mudou a minha vida’… Eu vi o Kevin sem beber por três meses, porque estava treinando”, continuou.

    Deolane também afirmou que não teve nenhuma discussão com o funkeiro antes do acidente. “O que a mídia está falando aí é tudo mentira, de briga isso e briga aquilo. Ele subiu pra pegar dinheiro no quarto e um, eu não falei nada. Subiu para pegar dinheiro no quarto do outro, falei: ‘Poxa, vida, você é otário dos outros? Por que eles não foram embora?’ Porque era pra eu, ele e um casal de amigos nossos ficarmos [no hotel] até segunda. Amigos casais. Não eram 5 ou 6 caras fazendo bagunça na beira da praia, porque homem casado não anda com homem solteiro. São vidas diferentes, são atitudes diferentes”, disse.

    No fim, a advogada falou das amizades do marido, que o influenciaram negativamente. “O Kevin tinha 23 anos. Eu cansei de perdoá-lo, porque eu entendi a vida que ele levava. Isso aqui [morte do cantor] é amizade, falsas amizades. Eu tenho amizades verdadeiras, que mesmo criticando, me apoiaram porque viam que eu estava feliz. Eu amei, eu perdoei. O que mais me conforta é saber que até o último dia de vida dele, ele morreu me amando. Se cuide, gente, porque quem acordou, agora não vai mais acordar”, finalizou ela, usando um bordão do cantor. 

    Continua após a publicidade

    Em seu Instagram, Deolane compartilhou desabafos com seus seguidores. “Quantas mentiras e contradições, Senhor amado! Mas Tua justiça não falha! Eu confio em Ti, Senhor!”, escreveu ela nos Stories ontem (17), horas antes do velório. 

    O caso e novos depoimentos

    MC Kevin, de 23 anos, morreu após cair da sacada o 5º andar de um hotel na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. Segundo informações da Polícia Militar, o jovem caiu perto da piscina ao tentar passar de um quarto para o outro pela varanda.

    Segundo matéria do O Globo, a modelo fitness Bianca Domingues e Victor Elias Fontenelle, mais conhecido como MC VK, estavam no quarto 502, de onde Kevin caiu. Os dois prestaram depoimento nesta terça-feira (18) para a polícia e deram suas versões do ocorrido.

    Ambos contaram que Kevin e Victor conheceram Bianca em um quiosque na orla da praia, na tarde do domingo. Os três, então, teriam ido para o hotel. Um terceiro amigo, que trabalhava na produção, deu um depoimento falando que tentou entrar no quarto, mas os funkeiros não deixaram.

    No depoimento, Bianca  teria dito que manteve relações sexuais com Kevin e que eles foram para sacada, com receio de Deolane, que estava hospedada no quarto 1302, chegasse. O MC teria tentado pular para o apartamento de baixo, para fugir da esposa. Enquanto isso, a advogada procurava o marido com ligações e mensagens.

    Continua após a publicidade
    Publicidade