Marina Ruy Barbosa fala sobre a cultura do cancelamento: “Bem seletiva”

Em uma série de tuítes, a atriz lembrou que ninguém nasceu perfeito e pediu por mais respeito ao próximo

Por Amábile Reis Atualizado em 14 jul 2020, 16h19 - Publicado em 9 jun 2020, 13h33
perfume ch o boticario fragrancia capricho mood
CAPRICHO/Divulgação

Vira e mexe, Marina Ruy Barbosa comenta os desafios enfrentados pelos internautas nas redes sociais, como comentários maldosos disfarçados de críticas, exaltação e linchamento de algumas pessoas, etc. Agora, a atriz decidiu conversar com os seguidores do Twitter sobre a “cultura do cancelamento”. Para ela, esta cultura é “bem seletiva” e não respeita o espaço de cada um.

Se todo mundo já nasce perfeitão, pronto pra tudo… Mas não é assim, né? O mais importante é não fazer mal para o próximo. É respeitar o espaço e o processo de cada um, e ajudar nesse processo se possível, generosidade. Evolução. Para isso serve a vida, certo? Processos… “, escreveu.

Vale lembrar que, como contamos recentemente, Billie Eilish revelou em uma entrevista para a GQ britânica que cogitou se suicidar após ver tanto hate no Twitter. A publicação ressaltou (e concordamos) que o bullying virtual talvez seja um dos maiores perigos atuais enfrentados por jovens.

*A CAPRICHO deixa aqui um recado para quem é afetado por isso: ainda que tudo pareça muito difícil, saiba que você pode procurar ajuda. O Centro de Valorização da Vida (CVV) presta apoio 24h. Se necessário, ligue 188 ou acesse o site. Você não está só, mesmo que muitas vezes pareça o contrário. Não desista!

Continua após a publicidade

Publicidade