Kéfera Buchmann recebe processo de ex-funcionária e pode pagar R$ 80 mil

Antiga funcionária não foi registrada e não teve seus direitos pagos, diz coluna de Fábia Oliveira

Por Da Redação Atualizado em 4 jan 2021, 15h54 - Publicado em 4 jan 2021, 15h26

Kéfera Buchmann está sendo processada por uma antiga funcionária que exige seus direitos trabalhistas. Karoline Domingues de Oliveira administrava as redes sociais da atriz, mas não tinha vínculo empregatício registrado em sua carteira de trabalho, como contou a coluna de Fábia Oliveira, do jornal O Dia. A comediante pode chegar a perder R$ 80 mil. 

Segundo a colunista, a ex-funcionária foi contratada em janeiro de 2015 e dispensada em junho de 2019 sem nenhum motivo. Karoline não teve aviso prévio, ficou sem o FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), saldo de salário, férias proporcionais, abono de 1/3 de férias, vale transporte e cesta básica. Ela também alega não ter tido nenhum registro dos R$ 1,5 que recebia.

Em agosto de 2020, Karoline começou o processo para ter seu vínculo empregatício reconhecido e receber o pagamento da verba rescisória e também uma indenização por danos morais no valor R$ 25 mil. Ao todo, o processo pode arrancar de Kéfera R$ 80 mil. 

Como revelou o Notícias da TV, o processo corre no Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região, em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, e mostra que a atriz tentou solicitar que ele tramitasse em segredo de Justiça. O pedido não foi concedido.  

A assessoria de Kéfera não se pronunciou sobre o caso.

Continua após a publicidade

Publicidade