KARD agita o Brasil novamente com série de shows poderosos

Com direito a cover de Pesadão da cantora IZA, veja tudo o que rolou na turnê do quarteto mais latino do K-pop

Por Mel Trench 26 out 2019, 10h00

Em agosto, o KARD já tinha avisado que estava com saudades do Brasil. Com data marcada para o mês outubro, os integrantes BM, J.Seph, Somin e Jiwoo chegaram com tudo para uma série de shows pela América Latina. Batizada como WILD KARD, a nova turnê começou na cidade do Rio de Janeiro, seguiu para São Paulo, aterrissou em Recife, e finalizou em Porto Alegre. Confira agora como foi a passagem do quarteto mais BR do K-pop:

Rafael Andrade/Reprodução

Antes de subir no palco do espaço Tom Brasil, na capital paulistana, o grupo realizou uma rápida coletiva de imprensa, onde os integrantes compartilharam algumas impressões sobre a sua nova visita ao país. Quando perguntamos se o grupo sentiu alguma mudança desde a primeira apresentação por aqui, rapidamente o integrante BM soltou “O Brasil não mudou nada desde a nossa primeira visita. É incrível! O calor, a paixão dos fãs brasileiros, tudo continua igual. É impressionante”, disse BM à Capricho.

Com a casa cheia de fãs, o KARD entrou em cena para inaugurar o setlist com Bomb Bomb. Naquele momento, ficou declarado para o Hidden Kard que a energia do show seria dominada pelo talento e sinergia que o grupo misto possui. Passando por hits da carreira como Oh NaNa e Rumor, sobrou espaço para a unit formada por BM e J.Seph emplacar faixas próprias e emendar um cover maravilhoso de If I Can’t Have You, do Shawn Mendes. As meninas também arrasaram numa versão especial de Thank u, next, da cantora Ariana Grande.

  • Já na metade do show, rolou um VCR especial apresentando cada membro lendo uma carta escrita e dedicada ao fandom. Ficou claro que, para o grupo, sem o carinho e dedicação dos fãs, o sucesso do KARD não seria tão perfeito – foi emocionante assistir.

    Sem dúvidas, o auge do espetáculo foi o cover do hit Pesadão, da cantora IZA. Os fãs esperaram ansiosamente por essa performance. O grupo não só aprendeu a letra em português, como mostrou que leva muito jeito para o nosso idioma. A cantora brasileira ficou sabendo sobre o cover maravilhoso e também comentou em suas redes sociais:

    Essa semana, IZA falou com a CH antes de realizar o seu primeiro show em Nova York e fez questão de comentar sobre uma possível colaboração com o KARD no futuro, “Claro! Nossa, eu acho eles incríveis. Por mais que seja pop também, é uma escola, uma cultura completamente diferente. E eu sempre me sinto muito inspirada por eles, pela precisão, pela perfeição. E, por falar em perfeição, é incrível, eles cantaram em português muito bem. Ficou muito bom. E eu achei que foi muito carinhoso da parte deles se dedicarem tanto a uma música brasileira pra cantar em português pra galera. Fiquei superlisonjeada”, disse a cantora.

    Rafael Andrade/Reprodução

    Já próximo do fim, a sessão nostalgia para os fãs mais antigos ficou por conta de Hola Hola. Logo em seguida, o grupo vestiu o look completo do mv para cantar Dumb Litty, que foi outro destaque da noite. O single foi escrito e produzido inteiramente por BM, que, segundo o cantor, é um incentivo para seguir em frente e fazer o que seu coração acredita, independente das críticas que serão feitas.

    Sem deixar que o cansaço apagasse a felicidade de estar cantando para mais de 3 mil fãs brasileiros, o grupo fez do palco a sua festa particular e curtiu todos os últimos minutos do show. Isso inclui: levantar a bandeira LGBT (atitude raríssima entre os artistas sul-coreanos), fazer selfie com quem estava próximo à grade e agradecer muito pela presença do público presente.

    Pela terceira vez, o KARD provou que a união entre vocal coreano e ritmo latino tem tudo para dar certo! Com a turnê encerrada, chegou a nossa vez de ficar com saudades desse grupo sem defeitos, não é mesmo?

    Já estamos ansiosos para uma próxima visita de BM, J.Seph, Somin e Jiwoo.

    Continua após a publicidade
    Publicidade