Jennette McCurdy relembra abusos que sofreu da mãe durante a infância

A atriz revelou que Debbie McCurdy não deixava que ela tomasse banho sozinha e controlava sua alimentação

Por Da Redação Atualizado em 14 out 2021, 13h45 - Publicado em 14 out 2021, 13h11

Jennette McCurdy se abriu sobre sua infância conturbada em uma entrevista intensa para revista People. Durante a conversa, a atriz, que ficou conhecida por interpretar Sam em iCarly, revelou abusos que sofreu de sua mãe, Debbie McCurdy, que faleceu de câncer em 2013.

  • Ninguém tem uma vida perfeita“, afirmou Jennette ao explicar que vivenciou diversas brigas físicas de seus pais quando era criança e que as explosões de sua mãe se tornavam violentas com frequência. “Minhas primeiras memórias de infância são de momentos pesados e de caos. As emoções da minha mãe eram tão erráticas e era como andar em uma corda bamba todos os dias. As alterações de humor eram diárias“, relembrou.

    A atriz compartilhou que quando tinha apenas 6 anos, a mãe ficou obcecada em torná-la uma estrela. Apesar de ser “extremamente tímida”, ela começou a fazer audições para papéis porque sentia que era seu “trabalho manter a paz” e “queria fazer sua mãe feliz”. Com isso, Debbie se preocupava cada vez mais com a aparência da filha e passou a clarear seus cabelos e seus dentes quando ela tinha 10 anos. Até completar 17, sua mãe também insistia em fazer exames vaginais e de mama, sendo que nunca deixava que a filha tomasse banho sozinha.

    Em 2018, após fazer terapia, a atriz se recuperou de problemas alimentares que começaram em sua infância. Durante a conversa, ela relatou que passou a contar as calorias do que comia aos 11 anos: “Minha mãe me dizia que podia me ensinar a contar calorias e que seríamos um time, mas que eu precisava guardar segredo sobre isso. Achei que era uma oportunidade para sermos mais próximas“, relembrou. McCurdy contou que vivia com 1,000 calorias por dia mas que, às vezes, comia menos porque “queria deixar a mãe orgulhosa”.

    Quando conseguiu o papel em iCarly, aos 15 anos, ela já sofria de anorexia: “Ironicamente, a marca da minha personagem é que ela amava comida. Eu tinha cenas em que precisava comer e eles tinham um balde para eu cuspir, mas eu ficava aterrorizada que as calorias continuariam no meu corpo.”

    Continua após a publicidade

    Mais tarde, quando Debbie foi diagnósticada com câncer pela segunda vez, a atriz veio a lidar com compulsão alimentar e depois bulimia. “Eu sei que se minha mãe estivesse viva, eu ainda teria problemas alimentares. Foi apenas a distância dela que me permitiu ficar saudável“, declarou Jennette, que fez terapia intensiva de comportamento dialético por dois anos.

    “Eu não sabia como encontrar minha identidade sem minha mãe. E não vou mentir. Foi muito difícil chegar até aqui. Mas agora, estou em um lugar da minha vida que nunca achei que seria possível. Finalmente me sinto livre“, completou.

    Disque 100 para denunciar abusos infantis.

    Continua após a publicidade
    Publicidade