Harry Potter: Rupert Grint revela motivo de “má reputação” nos sets

Por causa do ator algumas cenas tiveram que ser gravadas várias vezes

Por Vitória Macedo Atualizado em 18 nov 2020, 16h06 - Publicado em 18 nov 2020, 14h46
colecao capricho sestini mochila bolsas
CAPRICHO/Sestini/Reprodução

Rupert Grint, o Ronald Weasley da saga de Harry Potter, esteve em uma live na última semana com seu ex-colega de cena, Tom Felton, que interpretou Draco Malfoy, e revelou algo inusitado que lhe rendeu uma “má reputação” durante as gravações dos filmes. As cenas tinham que ser gravadas várias vezes por causa dele.

  • E sabe qual o motivo? O ator simplesmente não conseguia segurar sua risada nos sets de filmagens! “Ainda é um problema, é algo que eu nunca consegui me livrar. Até fazendo esse vídeo, estou no vigésimo take. É bem difícil de explicar porque eu nunca estou rindo de nada em particular”, contou Rupert. Ele revelou que os risos sempre aconteciam nas cenas mais inapropriadas, como o funeral de Dumbledore.

    Eu tinha uma má reputação. Eles costumavam me chamar de ‘Go Again Grint’ (Vá de novo, Grint) porque eu nunca conseguia fazer nada sem fazer umas vinte vezes”, disse. O ator ainda relembrou a gravação de uma das primeiras cenas de Harry Potter e a Pedra Filosofal, filme de estreia da saga. “Com o Dan [Daniel Radcliffe] eu costumava rir muito também. Eu me lembro do primeiro filme, na cena em que estávamos no vagão do trem, nós literalmente tivemos que gravar separados. Então, quando você assistir à cena, nós nunca estamos no mesmo vagão, porque não conseguimos olhar nos olhos um do outro [sem rir]”, revelou o artista. Que situação!

    Mas, o nosso querido ruivo disse que tentou criar algumas maneiras de amenizar os risos. “Existem truques que você pode fazer para disfarçar. Eu desenvolvi algumas expressões faciais que escondem meu sorriso, mas é algo em que estou trabalhando”, explicou Rupert.

     

    rony-weasley-harry-potter

    Continua após a publicidade

    Daniel Redcliff também participou da live de Tom e comentou sobre quando percebeu o impacto dos filmes de Harry Potter, nos quais era protagonista, em sua vida.Eu definitivamente não acho que a ficha caiu ou começou a cair até o momento em que terminamos. Eu acho que estávamos bem isolados, no bom sentido, quando estávamos no set. Então não tivemos muito tempo para ver os efeitos que os filmes estavam tendo no mundo externo”, disse o ator.

    “Não foi até o último filme estar finalizado e eu começar a trabalhar nos EUA e conhecer novos lugares que eu tive a noção de tipo ‘uau, não existe nenhum lugar em que Harry Potter não seja enorme de alguma maneira'”, explicou o Daniel.

    Confira as declarações na Festa na Casa de Tom Felton: 

    Aproveite e assista à entrevista:

    Continua após a publicidade
    Publicidade