Globo se manifesta sobre polêmicas do fim do contrato de Camila Queiroz

A emissora usou as redes sociais para desmentir rumores como os de que a atriz teria sido desconvidada do amigo oculto do Fantástico

Por Da Redação 26 nov 2021, 18h19

A saída de Camila Queiroz do elenco de Verdades Secretas 2 segue repercutindo nas redes sociais. Na última semana, diversas notícias envolvendo o nome da atriz e supostos cortes de projetos da Globo, como o amigo oculto e a vinheta de fim de ano, surgiram e a emissora se manifestou para desmentir os rumores.

Em uma thread no Twitter, o Gshow explicou cinco pontos que são falsos e estavam circulando por aí. Para começar, assim como a assessoria de Camila já havia afirmado, a atriz não foi demitida, seu contrato foi apenas encerrado. Confira a declaração:

“Desde o início de 2021, Camila Queiroz tem contrato por obra certa com a Globo. O último contrato, para gravação de “Verdades Secretas 2”, expirou no dia 10 de novembro. Como já esclarecido antes, por conta dos rigorosos protocolos contra a Covid-19, foi necessário prorrogar as gravações. A Globo e a atriz não chegaram a um acordo para assinar a extensão contratual necessária para a conclusão das cenas da personagem Angel. Não houve, portanto, demissão – mas o encerramento de um contrato que foi cumprido até o final do prazo ajustado.”

Na sequência, foi declarada como falsa a alegação de que a emisssora iria processar a atriz: “A Globo não tomou a decisão de processar Camila Queiroz e sequer estuda o tema”, escreveram.

Continua após a publicidade

Também foi rebatido o rumor de que a atriz teria sido cortada de especiais do canal. De acordo com o Gshow, a participação de Camila na brincadeira de amigo secreto do Fantástico se mantém e que ela não poderia ter sido excluída da vinheta de fim de ano, já que não a gravou.

Para concluir, a empresa ainda desmentiu que teria dado ordem para que os portais da Globo parassem de publicar notícias de Camila: “Não há e nem houve qualquer orientação editorial dos portais da Globo para deixar de publicar notícias sobre a atriz. A Globo se pauta por seus princípios editoriais e não deixa de publicar fatos do interesse do público. Mas, obviamente, não repercutirá fake news”, finalizaram.

Em entrevista à Folha de S. Paulo, Ricardo Waddington, diretor de entretenimento da Globo declarou que Camila tentou mudar o final de sua personagem na novela, apesar de, anteriormente, a atriz ter negado que isso aconteceu. “Para estender seu contrato por apenas sete diárias a mais, Camila Queiroz fez um conjunto de exigências que não existe no mundo da produção audiovisual. Ela queria alterar o desfecho da Angel. O Tony Ramos não pode fazer isto, a Fernanda Montenegro não pode fazer isto”, disse.

Continua após a publicidade

Publicidade