Gizelly e Marcela, do BBB20, querem trabalhar juntas em prol de mulheres

"Minha missão na Terra é trabalhar com mulheres", falou a advogada

Por Amábile Reis Atualizado em 5 Maio 2020, 18h41 - Publicado em 5 Maio 2020, 15h35
perfume ch o boticario fragrancia capricho mood
CAPRICHO/Divulgação

Em entrevista para a Quem, Gizelly Bicalho afirmou que ela e Marcela McGowan, ex-participantes do Big Brother Brasil, pretendem trabalhar juntinhas. As duas cogitam prestar assistência a presidiárias e realizar ações sociais voltadas às mulheres. Que atitude linda, gente! 

  • A ideia da Furacão é que ela fique com a parte de Direito e a amiga foque na área da Medicina. “Minha missão na Terra é trabalhar com mulheres. Pensamos em fazer ações sociais em presídios femininos, cuidando delas e dando assistência. Elas são maltratadas, abandonadas, sem vaidade. Na casa, eu falei coisas que acho que muita gente ainda não tinha ouvido”, ressaltou. Além disso, a capixaba avisou que Manu Gavassi também pretende ajudar no projeto. Liga da Justiça que chama, bb?

    Gi ainda relembrou o momento que revelou na ~casa mais vigiada do país~ que sofreu um relacionamento abusivo e como isso a fez se aproximar do feminismo. “Acho importante falar. Estava num namoro que não tinha agressão, mas tinha falas que não eram legais. Meu padrão de relacionamento era: ‘o homem manda na mulher, ela fica em casa em silêncio e apanha’. Aprendi estudando o feminismo. Se eu toquei pelo menos duas pessoas com a minha história, já valeu. A violência não começa com um tapa na cara ou tiro, mas com ciúmes e discurso“, explicou.

    Estamos ansiosas pelo trabalho em conjunto das amigas!

    Continua após a publicidade
    Publicidade