EXCLUSIVO: a história por trás dos personagens de A Bela e a Fera

O produtor do longa contou à CAPRICHO um pouco mais sobre o passado da Bela, do Príncipe e do Gaston

Por Gabriela Zocchi Atualizado em 3 mar 2017, 22h27 - Publicado em 28 fev 2017, 16h00

Podemos ser realistas? A animação de A Bela e a Fera é uma das nossas preferidas, mas ela apresenta algumas ~falhas no roteiro~. Afinal, onde está a mãe da Bela? Por que ela não pode ir embora da aldeia se não se encaixa lá? E o que o príncipe fazia antes de ser transformado numa Fera? Todas essas questões passam batidas quando a gente assiste a um desenho, mas num filme com pessoas de carne e osso elas fazem sentido, né?

a-bela-e-a-fera
Reprodução/Tumblr

Se você está pensando “obrigada, CAPRICHO, por estragar meu pensamento de que a versão live-action seria perfeita”, pode ficar tranquila! A gente conversou com David Hoberman, o produtor do longa, durante uma visita ao set de A Bela e a Fera, e ele contou que todas essas questões sobre o passado dos personagens serão resolvidas. Aqui, a gente te conta a história por trás de cada um deles em primeira mão!

ATENÇÃO: ESSA MATÉRIA APRESENTA PEQUENAS REVELAÇÕES SOBRE O FILME, HEIN?

BELA, A SUPERPROTEGIDA PELO PAI

Bela conversa com seu pai, Maurice, enquanto ele constrói caixinhas de música (Foto: Divulgação/Disney)
Divulgação/Disney

A história de Bela é um pouco mais triste do que a gente pensa. É que, na versão live-action, ela vivia com a mãe e o pai em Paris quando era criança, até que a cidade foi tomada pela peste negra. Sua mãe acabou ficando doente e pediu que o marido fosse embora para bem longe da cidade, para proteger a filha. “Maurice, o pai de Bela, tem uma escolha difícil a fazer. Ele abandona a mulher à beira da morte para proteger a filha ou fica ao lado da esposa, mas corre risco de vida?”, contou Hoberman. A resposta a gente já sabe, né? Esse trauma de perder a mulher explica por que Maurice é superprotetor e não quer que a Bela saia da aldeia. Já que não pode viajar pelo mundo, a princesa aproveita para conhecer os lugares através do livros – e de algumas caixinhas de música que seu pai constrói para ela, cada uma representando um país diferente. Legal, né?

+ Leia mais: 7 provas de que Emma Watson é a Bela da vida real

FERA, O MIMADO PELO REI

Divulgação/Disney
Divulgação/Disney
Continua após a publicidade

O passado da Fera não é muito mais fácil que o de Bela. “Seu pai, obviamente, era rei. Depois que sua esposa morreu, ele esqueceu o que era o amor e se transformou em uma espécie de monstro tirânico”, revelou  produtor. “Esse comportamento do pai acabou fazendo o príncipe virar um ser ingrato e mimado que, para ser honesto, merecia ser amaldiçoado”, brincou David. Que triste!

GASTON, O SALVADOR DA PÁTRIA

Gaston é o centro das atenções na taverna (Foto: Divulgação/Disney)
Divulgação/Disney

Já parou para pensar por que todo mundo da aldeia ama o Gaston se, na verdade, a gente bem sabe que ele é um babaca? David Hoberman explica: “Ele era um militar. Em um momento do passado, o Gaston salvou a cidade de invasores portugueses, por isso ele é reverenciado pela população”. O ator Luke Evans, que interpreta o personagem no filme, contou à CAPRICHO que o ~bonitão~ terá algumas atitudes bem bizarras. “Ele fala do tempo em que fez parte do Exército com carinho, nomeando todas as pessoas que matou”. Que horror, né? Esse passado do Gaston estará presente até na coreografia da música do personagem, que acontece na taverna. “Seria muito estranho se ele simplesmente se levantasse no bar e começasse a cantar, por isso a coreografia deste número musical será inspirada em suas batalhas”, contou o coreógrafo Anthony Van Laast. “A dança será uma reencenação de suas lutas e terá até uma briga com espadas”, revelou. Ai, que ansiedade!

OS FUNCIONÁRIOS DO CASTELO E SUAS HISTÓRIAS

O relógio Cogsworth, a chaleira Sra. Potts, o castiçal Lumiere e a espanador Plumette (Foto: Divulgação/Disney)
Divulgação/Disney

Às vezes a gente esquece que antes de virar um candelabro, um relógio ou um bule, os objetos do castelo eram pessoas de verdade, né? De acordo com David Hoberman, as histórias deles não serão deixadas de lado, mas para descobrirmos mais sobre elas teremos que assistir ao filme! “Bill Condon (o diretor de A Bela e a Fera) é apaixonado pela animação. Quando ele chegou, já tinha uma história em mente sobre os objetos do castelo”, entregou o produtor. E tem mais! “Enquanto as pétalas da rosa encantada vão caindo, os objetos vão ficando cada vez mais inanimados. Vai ser emocionante ver quando eles ficam praticamente sem vida”, contou David.

+ Leia mais: Um raio-x pelo vestido amarelo de A Bela e a Fera

A versão live-action de A Bela e a Fera conta com nomes como Emma Watson, Dan Stevens, Josh Gad e Emma Thompson no elenco e chega aos cinemas em 16 de março. Quem aí está doida para ver o filme? o/ 

Continua após a publicidade

Publicidade