Equipe de Taylor Swift diz que a Big Machine deve US$ 7,9 milhões a ela

A representante da cantora rebateu as acusações da gravadora de Scooter Braun

Por Gabriela Zocchi - Atualizado em 15 nov 2019, 13h36 - Publicado em 15 nov 2019, 13h29

A sexta-feira (15) chegou com um clima de tensão entre Taylor Swift e Scooter Braun! Na última noite, a cantora acusou o empresário e seu sócio, Scott Borchetta, donos da gravadora Big Machine Records, detentora do catálogo musical dela até o álbum Reputation, de terem proibido que ela cantasse canções antigas suas durante a apresentação no American Music Awards, que acontece na semana que vem, e em um especial sobre sua carreira na Netflix.

A gravadora respondeu dizendo que não proibiu a cantora de nada e afirmando que, na verdade, ela deve milhões de dólares a eles. Mas agora a assessora de Tay, Tree Paine, emitiu um comunicado negando a versão da Big Machine!

“A verdade é que, em 28 de outubro, às 17h17, o vice-presidente, Gerente de Direitos e Assuntos Comerciais do grupo Big Machine Label mandou à equipe de Taylor Swift o seguinte: ‘por favor, esteja ciente de que o BMLG não concordará em emitir licenças para gravações existentes ou renúncias de suas restrições de regravação em relação a esses dois projetos: o documentário da Netflix e o evento Alibaba Double Eleven'”, afirmou Tree.

O texto dela continua: “Para evitar uma discussão sobre direitos, Taylor apresentou três músicas de seu novo álbum, Lover, nos eventos Double Eleven, pois ficou claro que o Big Machine Label Group sentiu que qualquer apresentação televisionada de músicas do catálogo violava seu acordo”, continuou.

scooter-braun-taylor-swift
Steve Granitz e Terry Wyatt/Getty Images

“Além disso, ontem Scott Borchetta, CEO e fundador do Big Machine Label Group, negou categoricamente os pedidos tanto do American Music Awards quanto da Netflix. Observe que na declaração da Big Machine, eles nunca negam a afirmação de Taylor na noite passada em seu post. Por fim, a Big Machine está tentando desviar o assunto e fazendo parecer que isso é sobre dinheiro, dizendo que ela [Taylor] deve a eles, mas um auditor profissional independente determinou que a Big Machine deve a Taylor US$ 7,9 milhões por royalties não pagos ao longo de vários anos“, completou.

Xiii…

Continua após a publicidade
Publicidade