E nós conhecemos […] em How I Met Your Mother

Por Da Redação 15 Maio 2013, 19h12

Pois bem, minha gente. Conhecemos a mãe! A oitava e penúltima temporada de How I Met Your Mother chegou ao fim na segunda e mostrou, finalmente eeeeee o rosto da futura esposa (que ganhou vida com a atriz Cristin Milioti) de Ted.

Motivo para comemorar? Sim! Foi um bom episódio? Não.

Não me levem a mal, eu amo os momentos de interação entre o Ted e a Lily. Sempre acho honestos e bem conduzidos, desde o início da primeira temporada, porque têm aquela sinceridade que é a grande virtude da série. Em HIMYM, as relações existem como são na vida real: às vezes, somos amigos dos namorados/ maridos de nossos amigos. Às vezes, não rola intimidade nem pra uma conversa de 10 minutos. Com Ted e Lily, sobra essa intimidade, o que não acontece com Robin e Marshall, por exemplo. E é justamente Lily quem segura as pontas deste season finale.

Lily, sendo fofa e pirada como sempre

Marshall viajou para Minnesota com o bebê Marvin, para que eles pudessem se despedir antes da tal viagem para a Itália. Ela fica para trás, morrendo de preocupação que o marido mude de ideia por influência da sogra (hilária, devo dizer), mas como está entediada com os preparativos da mudança, resolve ir com Ted conhecer a casa de Westchester — a destruída que ele vem reformando há tempos e finalmente está pronta.

Chegando lá, ela descobre uma placa de venda na sala e Ted acaba contando que está se desfazendo de tudo para mudar para Chicago no dia seguinte ao casamento de Barney e Robin. Lily fica passada, mas entende: ele está fugindo porque não superou a ex.

Que, por sinal, é a casa com a sala onde estão sentados os filhos enquanto ele narra a série.

Claro que, quando Lily entende qualquer coisa, não significa que ela concorde; e, por isso mesmo, continua tentando convencer Ted a ficar em NY. Afinal, ela e Marshall só estariam fora por um ano… Ou não. Enquanto isso, Marshall havia recebido a notícia de que foi aprovado para o cargo de juiz, mas resolve não contar nada para ela por telefone. Uma trama boa que ficou para a próxima temporada.

No finzinho, entramos na contagem regressiva para o casamento de Barney e Robin: são só 56 horas para a cerimônia. Lily, no carro, questiona Ted sobre como fará para voltar tão rápido para a cidade e fazer a mudança. Ele diz que pegará o trem.

Continua após a publicidade

Se eu perder esse trem…

Não rolou um episódio que deixasse a gente com o coração na boca – como o da morte do pai de Marshall – nem um que nos matasse de rir, como o do Thanksgiving na casa da Zoe. De fato, o único grande mérito deste é mostrar o rosto que quisemos ver durante 8 anos. Porque dela, ainda não se sabe nada, exceto as migalhas espalhadas durante a série: ela é a roommate de Cindy (Rachel Bilson), toca baixo na banda do casamento, tem um guarda-chuva amarelo, etc.

E, pelo jeito, não saberemos muito mais, já que a presidente de entretenimento da CBS, Nina Tassler, deu uma entrevista ao TVLine afirmando que a 9ª temporada inteira se passará neste fim de semana do casamento de Barney e Robin. SERIOUSLY. Pergunto: eles chamaram um roteirista de 24 Horas? Porque só Jack Bauer segura essa.

A não ser que role algum esquema muito louco de flashforwards, nunca saberemos como Ted e a mãe se apaixonaram. Como decidiram se casar. Decepção.

Dela, só vamos saber que é a cara de Lily! (Achei bizarro)

HIMYM perdeu sua simplicidade, suas sacadas geniais e super elaboradas faz tempo. Em termos de narrativa, pode ser até que a próxima temporada se supere. Afinal, precisamos de uma superação! Mas tirar dos fãs de tanto tempo a oportunidade de ver a vida de Ted girando em torno de algo que não seja Robin (e arruinando cada oportunidade mais interessante que aparece) é crueldade. Vamos renomear a série para How I Met Your Aunt Robin?

tipo isso.

Fora que… e a slapbet? Falta o último tapa!

Mas quero saber de vocês: o que acharam deste final e da decisão para a próxima temporada? Deixem nos comentários!

Beijo 😉

Continua após a publicidade

Publicidade