Disney deixa Netflix para criar próprio serviço de streaming | Capricho

Disney deixa Netflix para criar próprio serviço de streaming

Mudança vai começar a partir de 2019

Por Da Redação Atualizado em 9 ago 2017, 14h44 - Publicado em 8 ago 2017, 18h44

Para criar seu próprio serviço de streaming, a Disney está rompendo o acordo que matinha com a Netflix. Segundo o site The Verge, a mudança acontecerá a partir de 2019.

Disney/Divulgação

“Isso representa uma grande mudança estratégica para a companhia”, disse o CEO da The Walt Disney Company, Bob Iger, à CNBC. “Achamos que ter o controle de uma plataforma … vai nos dar controle sobre o nosso destino.”

O acordo de distribuição entre Netflix e Disney começou a valer em 2016. O serviço de streaming da Walt Disney Company será baseado na tecnologia fornecida pela empresa de transmissão de vídeo BAMTech. A empresa anunciou que pagaria 1,58 bilhão de dólares para comprar uma participação adicional de 42 por centro na companhia.

Atualmente no catálogo brasileiro da Netflix, por exemplo, estão filmes como Piratas do Caribe: A Maldição do Pérola Negra, Toy Story 3, Malévola e A Princesa e o Sapo. Lançamentos da Disney a partir de 2019, como o último episódio da nova trilogia Star Wars, não chegarão ao serviço de streaming.

Através de sua assessoria de imprensa aqui no Brasil, a Netflix informou que as mudanças devem acontecer somente para assinantes nos Estados Unidos, conforme nota abaixo:

Os assinantes da Netflix nos Estados Unidos terão acesso aos filmes da Disney no serviço até o final de 2019, incluindo todos os novos filmes que estrearão nos cinemas até o final de 2018. Continuamos a fazer negócios com a Walt Disney Company globalmente em muitas frentes, incluindo o nosso relacionamento com a Marvel TV, em andamento.

 

  • Continua após a publicidade
    Publicidade