CH Entrevista: bugAboo está preparado para conquistar o K-pop

A girl group conversou com a CH sobre sua estreia, inspirações e paixão pelos fãs brasileiros

Por Gustavo Balducci Atualizado em 27 nov 2021, 01h29 - Publicado em 27 nov 2021, 10h01

Com looks supercoloridos e um sorriso no rosto, as seis integrantes do bugAboo se preparam para conversar com a Capricho diretamente da Coreia do Sul. O motivo de tanta felicidade — além do entusiasmo de finalmente estrear em um grupo de K-pop — é que seu primeiro single, lançado no dia 25 de outubro, já ultrapassou 15 milhões de visualizações no YouTube. “Ninguém pode me parar”, avisa a primeira linha da música.

“Esperamos nosso debut por muito tempo e estamos muito emocionadas e felizes de finalmente poder se apresentar ao público”, explica Rainie. “Ainda não caiu a ficha. Não imaginava que receberia tanto carinho de tantas pessoas logo no começo. Eu fico muito feliz e agradecida pela celebração por nosso debut.  Percebi que o longo treinamento não foi em vão”, revela Choyeon. Ela, inclusive, participou anteriormente do reality show Produce 48 ao lado de Eunchae, que completa o sexteto de garotas junto com Yuuna, Zin, e Cyan.

Após sua estreia poderosa na cena, agora o bugAboo segue rumo ao estrelato do K-pop como uma das promessas para a próxima geração de artistas. Com uma base de fãs do outro lado do mundo (incluindo o Brasil), elas não escondem o desejo de continuar atingindo novos objetivos: “Assim como o significado de bugAboo, eu quero mostrar que conseguimos superar os nossos medos e transmitir o nosso potencial infinito. Vamos trabalhar duro para que as pessoas possam nos considerar uma inspiração”, diz Choyeon. Leia a seguir a entrevista completa com o grupo:

CH: A música de estreia do bugAboo também se chama BugAboo. O que ela representa para vocês?

Zin: bugAboo é um outro eu interior. Em outras palavras, é essa existência que cada um de nós sofre com traumas e medos. Através dessa música, nosso grupo quer mostrar que podemos ser nós mesmas e superar todas as dificuldades juntas.

Choyeon: Nossa música de estreia tem uma melodia bem enérgica e viciante. Vocês vão sentir que estão entrando num novo mundo ao ouvir bugAboo.

CH: E como foi gravar o primeiro videoclipe da carreira? Se divertiram durante as filmagens?

Choyeon: Como era nosso primeiro videoclipe, fiquei muito nervosa e insegura, mas foi incrível concluir a filmagem com apoio de cada integrante. Foi muito divertido quando gritamos “estamos estreando” na cena onde todas corremos juntas.

Eunchae: Fiquei superfeliz, foi divertido e ficará na minha memória para sempre. Cada momento da filmagem, de mais de 48 horas no total. O que mais me lembro da filmagem foi a parte no hipódromo. Foi um momento muito significativo, pois era meu sonho dançar naquela arena. No começo foi um pouco difícil, mas fiquei feliz ao ver no monitor que me saí bem.

Yoona: Fico muito feliz toda vez que me vejo sendo filmada na câmera, recebendo as luzes dos refletores na minha direção. Fico pensando na minha cabeça que esse videoclipe foi o nosso primeiro da carreira, então é uma memória muito preciosa.

Rainie: Como foi o primeiro videoclipe que gravamos, fiquei muito nervosa e tive que treinar a minha expressão facial todos os dias, mas o resultado do videoclipe com as integrantes me deixou contente. E, mesmo quando eu descubro alguma parte indesejável ao rever o videoclipe, me sinto determinada a dar o meu melhor na próxima vez.

CH: Foi difícil aprender a coreografia da música?

Choyeon: Quando estava aprendendo a coreografia, treinei muito com a nossa coreógrafa. No meio da dança, havia muitos movimentos, como acrobacias e passos altos, por isso foi um pouco difícil executar todos os movimentos. Mas com muitos treinos, consegui pegar a coreografia inteira e ter um bom resultado.

Eunchae: O mais difícil é que quando treinamos a coreografia, muitas vezes tínhamos que dançar por mais de 12 horas, sem poder dormir. Mas quando terminei o trabalho e vi a coreografia pronta, fiquei muito orgulhosa. É uma coreografia que tenho muito carinho.

Zin: Como treinamos por muito tempo, não foi tão difícil dominar a coreografia. Treinamos cada movimento com a coreógrafa para termos harmonia e o resultado ficou ótimo.

CH: Depois desse lançamento, qual conceito visual vocês gostariam de experimentar?

Choyeon: Gostaria de tentar um conceito mais high teen.  Acho que esse conceito de high teen combina bem com a gente, porque bugAboo traz um ar charmoso de girl crush.

Cyan: Na próxima música, gostaria de tentar o conceito mais refrescante. Queria apresentar um conceito totalmente contrário de bugAboo.

Eunchae: Já eu gostaria de experimentar o hip hop, que incentiva todo mundo a se movimentar. Pessoalmente, gosto muito de hip hop, é um gênero musical que anima qualquer um!

CH: E como têm sido a dinâmica entre vocês fora dos palcos e gravações? Vocês parecem em sintonia umas com as outras.

Yoona: Vivemos juntas por mais de dois anos e meio treinando juntas, jogando jogos no tempo livre e compartilhando pequenos momentos da nossa rotina. Então nos sentimos bem próximas umas das outras.

Continua após a publicidade

Cyan: Eu pareço diferente quando estou no palco e quando estou em casa. No palco, sinto que sou carismática, mas no geral eu sou mais tímida. Nos tratamos como amigas. Apesar de não fazermos coisas juntas com muita frequência, nosso trabalho em equipe é realmente bom.

Eunchae: Nos sentimos mais como família do que apenas amigas. As integrantes são tranquilas e não são muito reservadas, então é como se fôssemos uma grande família. Podemos demonstrar uma imagem de orgulho e intensidade no palco, mas temos um charme reverso, totalmente diferente. Temos gostos diferentes também, não temos um grande hobby em grupo, mas gostaria de fazer uma viagem com elas assim que as coisas melhorarem.

CH: Rainie e Yoona, vocês tiveram dificuldades no começo para se adaptar ao idioma e ao país? (Rainie é taiwanesa e Yoona é japonesa).

Rainie: Quando cheguei aqui na Coreia, eu não sabia falar coreano, então foi difícil me adaptar. Mas as integrantes me ajudaram e ensinaram muito, então consegui superar essa fase difícil e me adaptei bem às diferenças culturais. Hoje, falam que eu melhorei muito meu coreano graças a elas.

Yoona: No começo, eu não conseguia me comunicar muito bem sem usar a linguagem corporal ou o tradutor, mas agora conversar em coreano se tornou muito mais fácil graças ao apoio das integrantes.

CH: Choyeon e Eunchae já participaram do reality Produce 48. Gostaria de saber o que vocês duas aprenderam com essa experiência e se ela também ajudou durante os treinamentos do BugAboo.

Choyeon: Como foi a minha primeira vez em um grande programa, consegui aprender a encarar a câmera e a lidar com o palco. Foi uma oportunidade de corrigir os erros e aprender com as outras trainees.

Eunchae: Sinto que aprendi como ficar mais relaxada e manter minha atitude no palco. Aprendi também que podemos transmitir boas energias às pessoas, mostrando que estamos nos divertindo com a experiência, não apenas porque gostamos do palco ou da música.

CH: Eu sei que vocês adoram e se inspiram no grupo OH MY GIRL. Como vocês se sentem sabendo que agora o BugAboo também pode se tornar uma inspiração para outras garotas?

 Rainie: Sinceramente, ainda não consigo imaginar isso. Eu ficaria muito emocionada se alguém nos considerasse inspiração. Farei o máximo possível para mostrar o nosso melhor lado para os nossos fãs.

Eunchae: Posso dizer que isso é um dos principais objetivos do nosso grupo. Gostaria muito que esse momento se tornasse realidade. Também espero ser uma boa influência e exemplo para as pessoas.

CH: O BugAboo já conquistou muitos fãs brasileiros! Como vocês se sentem fazendo sucesso por aqui?

Choyeon: Me sinto mais confiante pelo fato de termos fãs no Brasil que nos apoiam. Acho que a palavra “sucesso” ainda é um exagero. Se pudermos viajar para o outro lado do mundo, gostaria de expressar pessoalmente a minha gratidão por todos vocês.

Yoona: Cheguei a ler muitas mensagens de apoio dos fãs brasileiros através das redes sociais. Realmente senti muita energia boa nas mensagens. Decidi me dedicar ainda mais, pensando nos fãs brasileiros, que nos apoiam e amam o bugAboo do outro lado do mundo.

CH: E que mensagem vocês gostariam de deixar para eles?

Choyeon: Eu amo vocês! Obrigada pelo seu amor e apoio. É reconfortante saber que nossos corações estão próximos, apesar da distância. Vamos ficar juntos para sempre. Amo vocês, fãs brasileiros.

Rainie: Muito obrigada pelo seu amor constante pelo BugAboo. Quando tiver a oportunidade, definitivamente gostaria de visitar o Brasil e encontrar vocês pessoalmente. Ouvi dizer que o Brasil tem um clima muito bom e que os fãs são muito carinhosos. Por favor, esperem para nos encontrarmos, amo vocês!

Zin: Muito obrigada pelo seu amor e apoio por nós do bugAboo. Apesar da grande distância, continuem juntos conosco! Fãs do Brasil, amo vocês!

CH: O grupo tem vontade de vir ao Brasil no futuro?

Choyeon: Com certeza! Gostaria de encontrar nosso fandom Rainboo pessoalmente e transmitir a nossa energia. Também gostaria de conversar com os fãs brasileiros em português, depois de aprender o idioma, é claro (risos).

Yoona: Claro, quero fazer um show no Brasil e também quero aprender a língua para conversar em português com os RainBoos. Ouvi dizer que a comida do Brasil é muito gostosa também. Gostaria de provar o verdadeiro sabor da comida brasileira e conhecer esse país maravilhoso.

Eunchae: Se a chance existir, com certeza iremos visitar o Brasil! Primeiro, quero aprender o idioma para conversar e compartilhar muitas emoções com vocês. Além disso, o Brasil é conhecido pelo futebol e outros esportes, né? Quero conhecer os esportes do Brasil quando estiver aí!

Você pode acompanhar o bugAboo no Twitter e também no Instagram.

Continua após a publicidade

Publicidade