Blackfishing? Nicki Minaj sugere que Leigh-Anne tem inveja de Jesy Nelson

Em uma live no Instagram, as donas da música Boyz falaram sobre o polêmico assunto

Por Da Redação 12 out 2021, 12h38

Na última segunda-feira (11/10), Nicki Minaj e Jesy Nelson fizeram uma live para os fãs no Instagram. A dupla, que lançou o clipe da parceria Boyz recentemente, aproveitou para falar sobre a polêmica de blackfishing (quando pessoas que não são negras se apropriam da cultura afro, muitas vezes em termos de aparência também) em que a britânica esteve envolvida ao ser acusada de escurecer a pele para o vídeo. Coincidência ou não, dias atrás, em meio ao burburinho, as meninas do Little Mix deixaram de seguir a ex-integrante nas redes sociais.

Jesy Nelson e Nicki Minaj abraçadas e sorrindo para a câmera
Jesy Nelson e Nicki Minaj lançaram recentemente o clipe de Boyz Reprodução/YouTube

Durante a transmissão, Jesy afirmou que não teve a intenção de ofender ninguém e que a ideia foi celebrar o R&B dos anos 90, uma era da música pela qual é apaixonada. Sobre a questão da pele, a artista disse que é uma pessoa branca que se bronzeia com facilidade (algo inclusive mencionado pela ex-colega de grupo Leigh-Anne Pinnock, segundo ela) e que seu cabelo é naturalmente cacheado. A cantora ainda comentou que, durante os 9 anos de Little Mix, nunca havia sido alertada sobre essa questão, até o último clipe que as quatro fizeram juntas, Sweet Melody.

Nicki, então, resolveu dar sua opinião sobre a polêmica e sobre supostas mensagens vazadas em que Leigh-Anne critica Jesy em relação ao blackfishing e diz que ela bloqueou todas as ex-companheiras de trabalho, contando que a relação entre o girlgroup ficou bastante conturbada com o anúncio de sua saída. Sem citar nomes, a rapper chamou a história de “coisa de palhaço” e sugeriu que as mensagens sejam enfiadas “naquele lugar”.

  • Ela chegou a insinuar que Leigh-Anne está com inveja do sucesso de Jesy, já que conviveu com ela por quase 10 anos e nunca tocou no assunto, que só teria se tornado um problema a partir da parceria com Nicki e Diddy. “Se você quer uma carreira solo, apenas diga. (…) Você não precisa atacar outra pessoa”, comentou.

    Nas redes sociais, vale dizer, alguns fãs fizeram questão de lembrar que essa não é uma discussão recente para Leigh-Anne, que inclusive tem um documentário (Leigh-Anne: Race, Pop & Power) refletindo sobre o racismo e colorismo na indústria da música.

    Qual sua opinião sobre essa treta, hein?!

    Continua após a publicidade
    Publicidade