Billie Eilish fala sobre depressão: “Achei que não chegaria aos 17 anos”

A atriz contou que cogitou suicídio em determinado momento da carreira

Por Izabel Gimenez - Atualizado em 21 Maio 2020, 18h08 - Publicado em 24 jan 2020, 17h54

O mundo da fama pode parecer perfeito, mas nem sempre é assim. O ano passado foi muito importante para a carreira da Billie Eillish, que com apenas 18 anos viu seu nome sendo referência como uma das mais promissoras jovens artistas do pop, mas enquanto a carreira decolava, a cantora confessou durante uma entrevista ao The Independent que por dentro estava vivendo um caos.

billie-eilish
Billie Eilish Reprodução/YouTube

Quando o tema é saúde mental, Billie disse que o ano de 2019 foi um dos piores da sua vida e a depressão pareceu tomar conta de tudo. “Eu estava tão infeliz no ano passado. Eu estava tão, tipo, sem alegria. Eu realmente não achei que iria chegar aos 17 anos”, confessou. “Eu me lembro de chorar por pensar como eu morreria, que eu queria fazer isso”.

Apesar de ter sido uma época muito difícil, Billie usou essa experiência para tentar ajudar seus fãs. “Eu agarro eles pelos ombros e digo: ‘Por favor, cuide-se e seja bom e gentil consigo mesmo. Não vá adiante e se machuque mais, porque não dá para voltar atrás depois”, contou.

Se você precisa de apoio emocional, entre em contato com o serviço gratuito de prevenção do suicídio CVV, o Centro de Valorização da Vida, através do telefone 188 ou do site www.cvv.org.br.

Publicidade