Becky Albertalli fala sobre a continuação literária de Com Amor, Simon

Leah Fora de Sintonia conta o que aconteceu com os personagens do primeiro livro, só que da perspectiva da melhor amiga de Simon

Por Gabriela Zocchi - Atualizado em 19 set 2019, 18h11 - Publicado em 9 out 2018, 20h00

Se você se apaixonou pela história de Simon Spier em Com Amor, Simon, prepare-se para se encantar ainda mais com a continuação da saga! Sim, a escritora Becky Albertalli lançou, em agosto, um segundo livro inspirado nos personagens que já conhecemos.

com-amor-simon-leah
Fox Films/Reprodução

Leah Fora de Sintonia começa exatamente após os acontecimentos finais de Simon vs. A Agenda Homo Sapiens (o livro que inspirou o filme) e conta o que acontece com os amigos do protagonista em seu último ano da escola. Só que agora a trama é contada da perspectiva de Leah Burke.

A melhor amiga de Simon é bissexual e, mesmo após acompanhar seu amigo se declarando gay para o mundo, ela não conseguiu abrir o jogo sobre sua sexualidade para ele. Em meio a essa tensão, a garota ainda tem que definir para que faculdade irá e precisará lidar com um coração apaixonado e não correspondido…

LEAH-FORA-DE-SINTONIA
Leah Fora de Sintonia é o novo livro de Becky Albertalli Intrínseca

Conversamos com Becky, que além de ser a escritora da saga também já atuou como psicóloga, para saber um pouquinho mais sobre suas inspirações para o livro. Vem ver!

CH: De onde veio a ideia de dar uma continuação à história de Simon vs. A Agenda Homo Sapiens pela perspectiva de Leah?

BECKY: Eu amei o universo do Simon e, quando recebi a oportunidade de contar uma última história naquela escola, logo a abracei. Sempre soube que, se pudesse focar em outro personagem na sequência, seria a Leah. No final de Simon vs. A Agenda Homo Sapiens senti que ela era a personagem cuja história ainda não estava finalizada.

CH: Por que acha que é tão importante que tenhamos cada vez mais romances LGBTs escritos para jovens?

BECKY: Eu acho que é importante escrever livros com representações bem pensadas e inclusivas e sei que leitores no mundo todo estão desesperadamente buscando mais histórias com personagens LGBTQIAP+. Ainda temos um longo caminho para percorrer, mas, por sorte, temos visto cada vez histórias sobre isso ano após anos. Eu recomendo o site da Dahlia Adler, LGBTQReads.com, para que as pessoas encontrem uma lista muito compreensiva de livros LGBTQIAP+ para todas as idades e categorias – e recomendo bastante os livros da própria Dahlia também.

Continua após a publicidade
Becky Albertalli
Becky Albertalli, a autora de “Simon vs. a Agenda Homo Sapiens” e “Leah Fora de Sintonia” Intrínseca/Divulgação

CH: E qual foi a resposta mais legal que você já recebeu de fãs LGBT?

BECKY: Nossa, eu nunca poderia escolher uma só – mas sim, as respostas dos fãs têm sido incríveis. Recebo mensagens não só de adolescentes, mas de pré-adolescentes, de adultos e até de idosos de vários lugares do mundo que compartilham suas experiências. Me sinto muito privilegiada em saber que as pessoas confiam em mim para contar suas histórias – significa o mundo para mim.

CH: Que conselho daria para aqueles adolescentes que ainda estão em dúvida em relação à sua sexualidade?

BECKY: Acho importante lembrá-los de que não existe um jeito certo ou uma hora certa para revelar isso para o mundo, e você é quem deve definir se ou quando ou como fará isso.

CH: Existe alguma chance de Leah Fora de Sintonia virar um filme, como aconteceu com Simon vs. A Agenda Homo Sapiens?

BECKY: Eu tenho zero controle sobre isso. Na verdade, tenho ainda menos controle do que tive com Simon porque a Twentieth Century Fox já tem os direitos dos personagens. É 100% uma decisão deles usar esses direitos para fazer um filme de Leah Fora de Sintonia.

CH: Você tem planos de escrever um terceiro livro sobre o universo do Simon?

BECKY: Não, Leah Fora de Sintonia leva esses personagens até o fim de seu Ensino Médio, e sinto que é um ponto natural para acabar a série.

Continua após a publicidade
Publicidade