Ariana Grande: “Tento ser uma mulher forte para inspirar meus fãs”

A cantora abriu o jogo sobre as dificuldades que vem enfrentando

Por Gabriela Zocchi - Atualizado em 10 jul 2019, 19h22 - Publicado em 10 jul 2019, 16h05

Ariana Grande ilustra a capa da edição de agosto da Vogue norte-americana e acabou abrindo o jogo sobre diversos detalhes de sua vida. Ela, por exemplo, explicou que apesar de parecer forte e determinada, tem passado por vários momentos difíceis.

“Eu falei ‘ok, vou sair em turnê’, mas é difícil cantar músicas que são sobre feridas que ainda não cicatrizaram. É divertido, é música pop, e não estou tentando fazer soar como se não fosse, mas essas músicas realmente representam algumas m**das pesadas“, disse ela. Vale lembrar que Ari vira e mexe acaba chorando durante suas apresentações.

View this post on Instagram

thanks for allowing me to be in the background of toulouse’s first Vogue cover @voguemagazine photo by Annie Leibovitz story by Rob Haskell 🖤 thank you to the incredible @tonnegood @thejoshliu @hannah_murray1 @sergiokletnoy

Continua após a publicidade

A post shared by Ariana Grande (@arianagrande) on

Continua após a publicidade

Um dos motivos que ainda a levam às lágrimas é a morte do ex-namorado Mac Miller, que sofreu uma overdose no ano passado. “Eu não me lembro desses momentos porque eu estava muito bêbada ou triste. Não lembro como essas músicas surgiram, mas sei que elas foram necessárias para me curar“, afirmou. Sobre as críticas que recebe constantemente de gente alegando que ela não ajudou o rapper, ela respondeu: “As pessoas não veem a realidade, então acham que podem dizer qualquer coisa. Eles não veem os anos de trabalho, luta, exaustão. Vocês não fazem ideia de quanto eu alertei o Mac sobre as drogas, mas ele não merecia este fim“, explicou.

Outro tópico abordado na entrevista foi o atentado que aconteceu do lado de fora de um de seus shows em Manchester, em 2017. “Não é um trauma para mim, é um trauma para aquelas famílias. É a perda deles e é muito difícil falar sobre isso sem pensar neles e no que vão sentir. Tenho orgulho de ter conseguido arrecadar muito dinheiro e promover esse sentimento de amor e união, mas no fim do dia, isso não trouxe ninguém de volta. Nós fizemos o melhor que pudemos, mas na real não fizemos nada. (…) Por isso me afundei tanto em trabalho, não conseguia acreditar que tinha sido verdade”, recordou ela.

Continua após a publicidade

View this post on Instagram

For a woman who recently turned 26 and is enjoying the most successful chapter of her career, it has also been a spectacularly, and publicly, brutal couple of years for @arianagrande. “I’m a person who’s been through a lot and doesn’t know what to say about any of it to myself, let alone the world. I see myself onstage as this perfectly polished, great-at-my-job entertainer, and then in situations like this I’m just this little basket-case puddle of figuring it out.” She laughs through her sniffles. “I have to be the luckiest girl in the world, and the unluckiest, for sure. I’m walking this fine line between healing myself and not letting the things that I’ve gone through be picked at before I’m ready, and also celebrating the beautiful things that have happened in my life and not feeling scared that they’ll be taken away from me because trauma tells me that they will be, you know what I mean?” Read the full August cover story in the link in our bio. Photographed by #AnnieLeibovitz, styled by @tonnegood, written by @robertjhaskell, Vogue, August 2019.

A post shared by Vogue (@voguemagazine) on

Continua após a publicidade

Ari disse ainda saber que é um exemplo para seus fãs, e que por isso tenta manter-se forte o tempo todo, mesmo que por dentro ela esteja mal. “Eu prefiro vender menos discos e poder falar sobre o que quero do que vender mais e fingir que está tudo bem. Tenho essa ideia de como eu deveria ser. Eu vejo essa versão maravilhosa e destemida de mim que eu espero um dia me tornar. Eu tento ser uma mulher forte para inspirar meus fãs antes mesmo de ser essa mulher de verdade“, disse. Que triste, né?

Além de ser bem sincera na matéria de capa, Ariana ainda topou gravar um clipe em parceria com a revista! O vídeo de In My Head foi lançado na última terça-feira (9) e mostra a cantora em uma sala branca, interagindo com a câmera e cantando a música.

O que você achou do clipe?

Publicidade