13 Reasons Why: Será que o fim da série respondeu todas as nossas dúvidas?

O seriado chegou ao fim! Mas, será que todas as nossas questões foram respondidas? Separamos algumas conclusões importantes dos últimos 10 episódios

Por ambilereis - 8 jun 2020, 16h32
perfume ch o boticario fragrancia capricho mood
CAPRICHO/Divulgação

Ainda não caiu a ficha de que 13 Reasons Why chegou ao fim! A quarta temporada do original Netflix chegou a plataforma de streaming na sexta-feira (5/6) e, é claro que, já maratonamos todos os 10 episódios. E logo pairou entre nós a dúvida: Será que a série conseguiu, de fato, responder todos os nossos questionamentos? Ou será que estávamos esperando mais desse finzinho? Difícil mensurar, né? Então, separamos por aqui as maiores conclusões dos últimos capítulos da atração para você decidir se o desfecho do seriado foi bom ou não. Vem ver!

PS: Acreditamos que o título já entregue, mas é sempre bom avisar. Essa matéria contém spoilers. Ou seja, se você ainda não assistiu a quarta temporada, sugerimos que você leia o texto depois. Quem avisa, amiga é, hein!

spoiler-alert
GIF/CAPRICHO

.

Continua após a publicidade

.

Continua após a publicidade

.

Continua após a publicidade

.

Continua após a publicidade

Vamos nessa!

Afinal, de quem era o funeral mostrado nos vídeos de teaser? 

Bom, caso você não lembre, havia um funeral no vídeo de teaser da quarta temporada de 13 Reasons. E, enquanto assistíamos aos episódios, ficávamos fazendo planos mirabolantes na cabeça e pensando: “Quem será que irá morrer?”. A resposta só apareceu no penúltimo episódio do original Netflix! Como alguns já haviam previsto, infelizmente Justin faleceu.

Netflix/Reprodução

Ele contraiu HIV no período em que morou nas ruas (1ª e 2ª temporadas) e, mesmo após o diagnóstico, o tratamento não foi o suficiente. Ele tem uma morte lenta e dolorosa enquanto os amigos e família ficam de luto.

Ok, muito triste. Mas, e como a Jessica ficou com tudo isso?

A Jessica, incrivelmente, terminou a série bem apesar dos acontecimentos. Ela e Diego – com quem ela transou antes de voltar com Justin no fim da segunda temporada – fazem o teste para saber se estão com HIV e os resultados saem negativos. Então, o boy ~meio que~ a convida para sair assim que ela superar a morte de Justin e Jess parece curtir a ideia.

Continua após a publicidade
Netflix/Reprodução

Já na cerimônia de formatura, ela dá um discurso cheio de esperança sobre o futuro e percebemos um pouco menos de raiva nas palavras dela. Agora, o amor é seu novo mantra. Ao que tudo indica, Jessica ficará bem!

Bom, mas e aí, o Winston conseguiu provar que Monty não é o assassino de Bryce?

O boy acertou em cheio na teoria de que Jessica estaria envolvida no assassinato de Bryce e que ela, inclusive, teria dado um jeito de acusar Monty sobre a morte do colega. Mas, foi necessário que o Alex confessasse para que ele entendesse a história completa.

Após o enterro de Justin, Alex contou as razões dele para ter feito o que fez e isso pareceu ter sido explicação suficiente para Winston.

Netflix/Reprodução

Também, ficou nas entrelinhas que o Xerife sabia muito bem que o paí de Alex escondeu evidências para proteger o filho e aceitou também a situação. Ou seja, Annalise Keating pode entrar que o Alex é o novo personagem do elenco de How To Get Away With Murder.

Algum casal chegou a ficar junto no final?

Continua após a publicidade

No meio de tantos acontecimentos trágicos, é até surpreendente que alguns romances tenham continuado. Mas, de fato, houve alguns finais felizes – inclusive para personagens com bastante conflitos.

Vemos o Tyler, por exemplo, e Estela seguindo firme e forte num namoro. Também, o romance de Alex e Charlie ficou firme e forte. Os dois ganharam até as coroas de reis do baile. Oun! E, por fim, Tony e Caleb tentaram um relacionamento a distância.

Entendemos. E o Clay, como ficou?

Bom… Essa questão é bem complicada e talvez só consiga ser respondida por um psicólogo. A série, por exemplo, dá a entender que podemos ficar tranquilas com o estado mental do protagonista ao fim. Mas, é difícil esquecer os momentos em que ele sofre de disassociação ao longo de vários episódios, né? Por exemplo, o fato de que ele se imagina vendo os colegas mortos vira e mexe. Clay terminou o seriado continuando a fazer terapia e, aos poucos, lidando com os problemas do luto reprimido de Jeff, Hannah e, agora, Justin.

Continua após a publicidade
Netflix/Reprodução

E o restante da galera?

Tony e Clay terminam a série juntos, dirigindo para a nova jornada da vida deles. Tony, inclusive, não precisou vender a loja do pai. Agora, já que Caleb é o novo dono, o boy pode construir uma vida bem longe do seu passado.

Zach foi um personagem que ficamos bem preocupadas ao longo da última temporada, né? Mas, ele conseguiu se reerguer a tempo de dizer adeus a Justin. Ele começou a trabalhar no colégio, após uma recomendação do treinador, e entrou na faculdade.

Ani faz as pazes com o Clay e entrou em uma ótima faculdade graças as suas notas. Outro ponto legal de mencionar é que vemos os personagens Ryan e Courtney, que não víamos desde a segunda temporada. Os dois estão ótimos e vivendo a melhor vida. Além disso, Ryan terminou a série dando em cima de Winston.

Continua após a publicidade

Agora, a pergunta que não quer calar, há alguma menção a Hannah Baker?

Nós, você e todo mundo que assiste a série queria saber se Hannah voltaria para a última temporada e se chegaríamos a alguma conclusão sobre a personagem, já que ela foi quem iniciou tudo isso.

A resposta é sim e não, rs. A gente vê ela a distância em um dos momentos de disassociação de Clay. Ele é logo interrompido por uma garota que parece *muito* a Hannah, que o convida para tomar um cafézinho. Para nós, ficou no ar a mensagem que se o Clay superou tudo, a gente também poderá superar.

Netflix/Reprodução

Vale lembrar que a galera também enterra as fitas originais antes de irem embora da cidade que os aterrorizou tanto. Apesar dos pesares, eles sabem que podem contar uns com os outros e isso é motivo o suficiente para ficarem bem.

Publicidade