Em single, MC Soffia “passa a visão” sobre juventude e voto consciente

Cantora de apenas 17 anos quer incentivar a participação da nossa galera nas eleições de 2022.

Por Andréa Martinelli Atualizado em 15 Maio 2022, 18h28 - Publicado em 14 Maio 2022, 13h45
MC Soffia
Letra de “Voto é atitude” passa a ideia de que é preciso eleger representantes que sejam realmente presentes na vida das pessoas Divulgação/Divulgação

O Brasil ganhou mais de 2 milhões de novos eleitores entre 16 e 18 anos nos primeiros meses de 2022, mas não basta só emitir o título de eleitor. É preciso eleger representantes que tem conexão com a sua realidade e que vão fazer a diferença na política: esse é o recado de MC Soffia, 17, com seu novo single Voto é Atitude, lançado neste mês de maio. “Ninguém melhor do que você para representar suas ideias, principalmente nas urnas”, diz ela logo no início da música.

O single foi produzido pela produtora KondZilla e já está disponível nas principais plataformas de streaming, como Spotify e Deezer. Mas o que se destaca é o videoclipe lançado em conjunto. Nele, Soffia conduz uma manifestação dentro de uma comunidade junto com outros jovens enquanto políticos visitam moradores que não se sentem representados por eles.

Jotace, diretor do clipe, afirma que tentou traduzir a letra da canção em imagens e que quis “trazer o que realmente acontece nas comunidades. Porque as pessoas que precisam de ajuda só recebem atenção na época de eleição.”

Continua após a publicidade

Segundo ele, o intuito da música é engajar os “jovens da quebrada” para que eles votem com consciência e, com isso, não elejam mais figuras que não representam reais interesses das pessoas. “É muito importante os jovens estarem participando desse movimento, desse direito que todos têm [de votar].”

Para MC Soffia, os jovens precisam “cada vez mais ter responsabilidades. Ter o direito às nossas ideias”, conta. Ela conta que trazer o funk, as gírias e a dança foi proposital para criar uma conexão com esse público. “Quis mostrar que é realmente uma coisa que precisa ser feita”, afirma sobre a necessidade de engajamento político da população jovem.

Assista ao clipe:

Você que acompanha a CAPRICHO sabe que nós já te explicamos por que falar de política é importante, porque jovens entre 16 e 17 anos precisam votar, mesmo não sendo obrigatório, o que é o voto consciente e como ele pode te ajudar a escolher candidatos e demos dicas para você usar as redes sociais para falar de política e se informar de forma correta.

Mas nós sabemos: o público entre 16 e 24 anos apresenta a menor taxa de interesse pelas eleições, segundo o Instituto Datafolha. Apenas 31% dos entrevistados nessa faixa etária afirmaram ter “grande” interesse sobre o assunto. Essa é uma oportunidade de se conectar com o que está acontecendo no país. O seu voto importa, sim, “pode pá”. 

Continua após a publicidade

Publicidade