Viola Davis ‘atravessa a linha’ e é a primeira negra a ganhar um Emmy

Atriz se tornou a primeira negra a ser premiada por um papel principal na cerimônia.

Por Da Redação Atualizado em 12 jul 2018, 16h15 - Publicado em 21 set 2015, 15h07

“Na minha mente, eu vejo uma linha. E depois dessa linha, eu vejo campos verdes e lindas flores e bonitas mulheres brancas com seus braços estendidos em minha direção, para além dessa linha. Mas eu não sei como alcançá-las. Eu não sei como atravessar a linha “. Ou, pelo menos, não sabia.

Essas foram as primeira palavras de Viola Davis durante seu discurso no Emmy Awards 2015, que rolou nesse domingo, dia 20, em Los Angeles. A atriz, que interpreta a protanogista Annalise Keating, na série How to Get Away With Murder, ganhou o prêmio de Melhor Atriz Principal de Série Dramtática, aos 50 anos de idade. Com isso, Viola tornou-se a primeira mulher negra a ganhar um prêmio principal na cerimônia.

Até então, nas 66 edições anteriores do Emmy, apenas mulheres brancas levaram o troféu para casa. Pelo menos, nas categorias principais. As negras só se destacavam em comédias e minisséries. A atriz se inspirou nas palavras ditas pela humanista Harriet Tubman (1822/1913), que lutou contra a escravidão e o racismo ao longo de sua vida, para dar início ao seu discurso emocionante, que arrancou lágrimas de muitos convidados e telespectadores.

Me deixem dizer algo: a única coisa que separa mulheres negras de quaisquer outras mulheres é a oportunidade“, continou Viola. “Você não pode vencer um Emmy por papéis que não existem. Então, para todos os escritores, para as pessoas incríveis que são Ben Sherwood, Paul Lee, Peter Nowalk, Shonda Rhimes, pessoas que redefiniram o que é ser bonita, sexy, líder… O que é ser negra(…) Obrigada”, finalizou a atriz.

Na mesma noite, Regina King, de American Crime, e Uzo Aduba, de Orange Is The New Black, foram outras duas atrizes negras que também levaram um Emmy para casa.

Por mais linhas ultrapassadas, Viola!

Continua após a publicidade
Publicidade