SOS Sexo: “Manter relações na piscina ou no mar é arriscado?”

A dúvida foi enviada pela leitora P.B., de 17 anos

Por Gabriela Junqueira 26 mar 2021, 15h30

Por ser algo diferente e que foge da rotina, muitos casais tem vontade de ter momentos mais quentes dentro da água, mas, ainda tem algumas dúvidas sobre o assunto. Além das questões relacionadas ao uso de preservativo ou risco de gravidez, muita gente questiona se questiona se pode fazer mal para a saúde. “Manter relações na piscina ou no mar é arriscado?”, pergunta a leitora P.B., de 17 anos.

SOS Sexo:

Erica Mantelli, ginecologista e obstetra, responde a pergunta:

“Ter relação sexual com frequência na água do mar ou da piscina pode sim trazer riscos para a saúde íntima. Isso por conta de bactérias, eventuais patógenos que podem estar presentes na água. A água  também tende a diminuir a lubrificação vaginal na hora da relação sexual podendo gerar um atrito maior, irritação, alergias e infecções. Porém, claro, realizar uma fantasia, algo que seja bem esporádico, não seria um grande problema se for lembrado de fazer a higiene adequada após a relação sexual. Mas, se for algo rotineiro, feito com muita frequência, isso sim pode ser perigoso para a saúde. Também é importante lembrar que segue sendo necessário o uso de preservativo dentro da água, já que existe o risco de gravidez e da transmissão de Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs).”

  • Tem uma dúvida? Envie para a seção S.O.S Sexo, através do e-mail capricho@abril.com.br!

    Continua após a publicidade
    Publicidade