SOS Sexo: “Existe maneira certa de se masturbar sendo virgem?”

O prazer é particular e existem várias zonas erógenas no nosso corpo, não apenas a vulva

Por Da Redação Atualizado em 20 Maio 2022, 13h56 - Publicado em 20 Maio 2022, 16h01

Apesar dos tabus que ainda existem em volta do tema, a masturbação é uma prática saudável, que te ajuda a conhecer melhor seu próprio corpo e entender o que te dá ou não prazer. Muitas vezes, ela vem antes da relação sexual, mas muitas meninas sentem medo de se masturbarem sendo virgens, por receio de romprerem o himen. A leitora S.C., de 17 anos, enviou a seguinte pergunta para a CAPRICHO: “Tem uma forma correta de tocar na região da vulva? Sou virgem e tenho muito medo de acabar rompendo meu himen durante a masturbação”. Será que isso é possível?

Foto de uma menina branca deitada na cama se masturbando. Ela veste uma camiseta rosa e uma calcinha lilás. Não dá para ver o rosto dela.
Sex Education/Netflix/Reprodução

Possível é, mas bastante difícil também. É preciso apenas tomar cuidado com “brinquedinhos” que você possa utilizar na hora da busca pelo prazer. Nada de improvisar, ok? Só utilize objetos que foram criados exclusivamente para o ato sexual. Assim como existe sexo seguro, existe a masturbação segura!

Além disso, a maioria das adolescentes começa a se tocar com as próprias mãos. Neste caso, mesmo que, além da estimulação do clitóris, haja a introdução de um dedo na vagina, romper o hímen não é assim tão fácil.

Continua após a publicidade

 

“A masturbação envolve conhecer o próprio corpo, ver como ele reage ao toque, às sensações, ao explorar as zonas erógenas. Você não necessariamente precisa introduzir algo na vagina para se masturbar ou ser masturbada pelo(a) parceiro(a). Na verdade, é o toque no clitóris, aquele ‘botãozinho’ que fica na junção dos pequenos lábios, antes da saída da uretra, que proporciona mais prazer para a mulher, por causa das mais de 8 mil terminações nervosas da região. Então, sim, é possível. O que acontece é que, normalmente, meninas que são virgens preferem não introduzir por ora nada, nem mesmo o dedo, no canal vaginal – mas também não é uma regra. O mais importante é você só fazer aquilo que se sente confortável fazendo. Lembre-se de que todo o nosso corpo é capaz de nos proporcionar sensações prazerosas”, dá a dica a ginecologista e obstreta Erica Mantelli.

A médica ainda explica que essa questão de virgindade relacionada ao hímen é muito particular e um conceito até mesmo estabelecido pela sociedade. “O lance de continuar virgem ou não depende muito do que a menina considera fazer sexo. Você se masturbar sozinha em casa não te faz mais ou menos virgem. Algumas mulheres, contudo, entendem que, quando são masturbadas por outras pessoas, deixam de ser virgens. Outras, que a perda da virgindade só acontece quando há penetração e rompimento do hímen. É uma questão muito mais psicológica e social que biológica”, esclarece.

Lembrando que a CAPRICHO tem um Guia Definitivo da Masturbação Feminina Segura para Mulheres com várias perguntas e respostas sobre a prática, e conselhos para você se sentir tranquila durante a masturbação e conseguir aproveitar esse momento, que é só seu, da melhor forma possível.

Se tiver alguma dúvida, como a leitora S.C., envie ela para o e-mail capricho@abril.com.br. Seu anonimato está garantido!

Continua após a publicidade

Publicidade