SOS Sexo: “É normal só conseguir ter orgasmos clitorianos?”

A pergunta foi enviada pela leitora M.A, de 16 anos

Por Gabriela Junqueira 9 abr 2021, 14h40

O orgasmo – momento em que o prazer chega ao máximo – pode ser definido por região, ser causado por estímulos em diferentes partes do corpo, além de poder ser único, múltiplo ou ejaculatório. Ou seja, não existe apenas uma forma de chegar a esse ápice.  Mas, é comum chegar ao orgasmo de apenas um jeito? A pergunta de leitora M.A, de 16 anos, é sobre isso. “É normal só conseguir ter orgasmos clitorianos?”, questiona.

Mulher segura lençol branco com as duas mãos
“É normal só conseguir ter orgasmos clitorianos?”, perguntou a leitora M.A., de 16 anos Thiago Santos/Getty Images

Erica Mantelli, ginecologista e obstetra, responde a dúvida da leitora:

“O orgasmo é o ápice da geração de prazer, que vai causar uma resposta fisiológica na mulher, acelerando a respiração, aumentando a lubrificação e ocasionando contrações involuntárias dos músculos da vagina.  Ele pode ser definido por regiões (como o clitoriano, vaginal e anal), e ocorrer através de estímulos em diversas áreas do corpo. É importante lembrar que o clitóris é um órgão exclusivamente voltado ao prazer feminino, e possui 8 mil terminações nervosas. Quando bem estimulado, ele vai sofrer um aumento de tamanho, e com isso vai aumentar a circulação sanguínea, deixando a região mais sensível e, assim, facilitando o auge da excitação sexual. Por isso que, é através do estímulo do clitóris, que muitas mulheres conseguem chegar ao orgasmo mais facilmente do que de outras maneiras. Inclusive, o orgasmo clitoriaorno é o mais comum.”

  • Mande sua dúvida para capricho@abril.com.br e participe da seção S.O.S. Sexo!

    Continua após a publicidade
    Publicidade