Saldo do Enem: 1º dia tem recorde de abstenção, aglomeração e “delegado”

Confira os destaques do 1º domingo de Enem 2020, entre eles, a YouTuber Débora Aladim, e a reação da galera nas redes sociais

Por Isabella Otto Atualizado em 20 jan 2021, 19h07 - Publicado em 18 jan 2021, 12h10
colecao capricho sestini mochila bolsas
CAPRICHO/Sestini/Divulgação

No último domingo, 17, aconteceu o 1º dia do polêmico Enem 2020. Quase 6 milhões de pessoas se inscreveram para prestar a prova, que, como era de se esperar, devido ao cenário atual da pandemia de coronavírus em que o Brasil se encontra, teve recorde de abstenção. A ausência foi de 51,5%. Além disso, pouco tempo antes do exame ser aplicado, a Defensoria Pública da União, que pedia o novo adiamento do Enem, disse que o Inep havia mentido e que as salas estariam com capacidade de 80%, não de 50%, como seria o aconselhável e foi prometido.

Saldo do Enem: 1º dia tem recorde de abstenção, aglomeração e
Reprodução/Divulgação/CAPRICHO

Apesar de o MEC ter ressaltado que todas as medidas de segurança seriam tomadas, foi comprovado que, em algumas regiões, como no Paraná, no Rio Grande do Sul, em Santa Catarina e em São Paulo, a DPU estava com a razão: muita aglomeração e candidatos impedidos de realizar o exame por causa de salas já lotadas (estes prestarão o Enem em outra data, como informado pelo Inep). Apesar de tudo, Milton Ribeiro, ministro da Educação, disse que o 1º domingo de prova foi “um sucesso”.

Outro destaque foi uma pergunta do caderno de Linguagens, Códigos e Suas Tecnologias, baseada em uma música do Trio Forrozão. A canção Seu Delegado conta a história de uma família bastante confusa, em que a sogra é a nora e o filho é o sogro. Nas redes sociais, usuários reagiram à pergunta:

Outra questão que repercutiu bastante nas redes foi a envolvendo o salário dos jogadores de futebol Marta e Neymar. A razão? A mesma imagem cobrada no Enem havia sido usada pela YouTuber de educação Débora Aladim em uma das revisões estruturadas pela historiadora.

A criadora de conteúdo também acertou o tema da redação, que não teve nada a ver com a dica dada pelo Inep dias antes da prova, relacionada à formação dos professores. Na realidade, o tema cobrado foi: “O estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira”. Bastante pertinente e atual, não? Dava até para citar o próprio Enem 2020 na dissertação…

A respeito dos candidatos que não comparecem à prova por estarem com sintomas da COVID-19, o MEC divulgou o balanço de que este foi o caso de 8 mil alunos dos 10 mil que informaram sua situação na Página do Participante, e que devem fazer o Enem nos dias 23 e 24 de fevereiro. É provável, contudo, que esse número aumente, já que é possível enviar o laudo médico e pedir a reaplicação do exame até 29 de janeiro.

  •  

    O 2º dia do Enem Impresso acontece no próximo domingo, 24, com a aplicação dos cadernos de Matemática e suas Tecnologias, e Ciências da Natureza e suas Tecnologias. Já o Enem Digital, que será aplicado pela primeira vez, está marcado para ocorrer nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

    Quero Bolsa | Graduação, pós-graduação e técnico: bolsas de estudo com descontos de até 75% em mais de 1100 faculdades em todo o Brasil. Saiba mais!

    Continua após a publicidade
    Publicidade