Prova do Enem deve se tornar 100% digital, diz Ministério da Educação

Mudança já começa a ser testada no ano que vem! Entenda como ela vai funcionar

Por Amanda Oliveira - Atualizado em 3 jul 2019, 19h45 - Publicado em 3 jul 2019, 14h30

No ano passado, o MEC (Ministério da Educação) já havia anunciado o plano de tornar a prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) mais customizável até 2021, incluindo um dia de prova com conhecimentos específicos necessários para a profissão desejada. Essa mudança ainda não chegou, mas outras grandes alterações no vestibular acabam de ser divulgadas. De acordo com o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), vinculado ao Ministério da Educação, o exame deve abandonar o papel impresso e se tornar 100% digital em breve.

iStock/Reprodução

Apesar de ser uma medida recente, a mudança já começa a ser testada na edição do ano que vem, quando os candidatos de 15 capitais do país terão a opção de fazer o exame digital em dois domingos consecutivos, em outubro. Cerca de 50 mil provas serão testadas na versão digital em 2020, que será opcional aos candidatos.

Essa aplicação será feita nas cidades de Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Campo Grande (MS), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Goiânia (GO), João Pessoa (PB), Manaus (AM), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA) e São Paulo (SP). Segundo o calendário do vestibular de 2020, o Enem será aplicado de forma digital nos dias 11 e 18 de outubro, enquanto a versão tradicional impressa acontecerá nos dias 1 e 8 de novembro.

Após essa primeira versão, o Inep deve começar a aumentar as provas em formato digital entre os anos de 2021 e 2025. Em 2026, contudo, o Enem será 100% digital.

A alteração vem depois que a gráfica RR Donnelley, responsável pela impressão das provas desde 2009, decretou falência no Brasil. Apesar disso, a Valid S.A. assumiu a função e deve imprimir as provas do Enem 2019, que já estão prontas, até o dia 17 deste mês. De acordo com o Inep, a medida para implementar o Enem de forma digital tem como objetivo proporcionar uma economia com a impressão de papel e um ganho para o meio ambiente.

Continua após a publicidade
Publicidade