Parada do Orgulho LGBTQIA+ de SP será comemorada em evento virtual

Evento será transmitido no próximo domingo (14/6), no Youtube

Por Gabriela Junqueira Atualizado em 10 jun 2020, 20h16 - Publicado em 10 jun 2020, 16h20

Neste ano, por causa da pandemia causada pelo coronavírus, a maior Parada do Orgulho LGBTQIA+, a de São Paulo, será realizada virtualmente. A transmissão do evento acontecerá através de 11 canais no Youtube, no próximo domingo (14/6), a partir das 14h. 

A parada, organizada pela ONG APOGLBT SP em uma parceria com a Dia Estúdio, terá apresentadores como os youtubers Jean Luca, Spartakus, Nátaly Neri, Herbertt e Fernanda (do Canal das Bee), Mandy Candy, Fih e Edu (do Diva Depressão), Lorelay Fox e Louie Ponto. As transmissões acontecerão tanto no canal desses apresentadores quanto nos da APOGLBT SP e do Dia Estúdio. 

Alexander Spatari/Getty Images

Além de shows e interações entre influencers, artistas e outros convidados, o evento virtual também transmitirá mensagens gravadas de artistas como Katy Perry, Pabllo Vittar, Mel C. e Ivete Sangalo. Conteúdos especiais também foram preparados pelos apresentadores. 

O  tema da Parada deste ano, é Democracia e o slogan, “Sejamos o pesadelo dos que querem roubam a nossa Democracia”. “Neste momento onde direitos da nossa população e de todas as pessoas estão sendo ameaçados, possamos de algum modo alcançar o maior número de pessoas com uma mensagem de conforto, coragem, amor e esperança em dias melhores”, explica a organização em texto publicado no site oficial do evento.

A parada também promove o Projeto Rede Parada Pela Solidariedade, uma iniciativa da APOGLBT SP em parceria com outras ONGs com o objetivo de arrecadar doações de máscaras, itens de higiene pessoal e alimentos para a comunidade LGBT+ em situação de vulnerabilidade.

Através da hashtag #ParadaSPAoVivo, o público poderá interagir durante as 8 horas de transmissão.  A parada presencial, que acontece anualmente na Avenida Paulista e na edição anterior reuniu mais de 3 milhões de pessoas, foi remarcada para 29 de novembro. 

Continua após a publicidade

Publicidade