Continua após publicidade

Para atriz Bel Moreira, não se depilar é quebrar expectativas e ser livre

A atriz Bel Moreira, de 24 anos, iniciou sua carreira muito novinha e desde então enfrenta a pressão estética em seu meio

Por Bruna Nunes, Isabella Otto 27 jun 2023, 19h04

Você já se perguntou sobre o porquê se depila? Ou se você opta por não tirar os pelos, por que isso causa tanta indignação em algumas pessoas? A atriz e cantora Bel Moreira, 24 anos, se viu mergulhada nessas questões quando uma simples foto que ela postou nas redes sociais se tornou “um grande evento a ser comentado”. O motivo para tantas críticas? Uma mulher sendo feliz com seus pelinhos na axila. 

“Engraçado, né? A gente está sempre a mercê do que a estrutura social define ser atraente ou não, do que pode e não pode”, refletiu a atriz ao lembrar do episódio. 

Em um papo com a CAPRICHO, Bel contou mais sobre sua experiência após assumir a escolha de não se depilar e como lida com a repercussão, ainda mais sendo uma figura pública.

Quando a depilação virou “obrigatória”? 

Na Idade Média, as mulheres não tinham o costume de se depilar e o ato era até condenado por muitos. Bem diferente dos dias atuais, né? Isso porque o método foi se popularizar lá no século XX, quando, além de estético, se tornou algo relacionado à higiene – o que já sabemos que não é bem assim.

Aqui no Brasil, a depilação é praticamente cultural, tanto que, no mundo todo, é conhecida por ser a mais cavada (aquela tira tudo mesmo). Será que não vale a pena refletirmos sobre o quanto isso interfere na nossa pressão estética? Bel, por exemplo, conta que essa questão era um pesadelo durante sua adolescência. “Meu pelo cresce bastante e cresce rápido na axila. Quando era mais nova, tinha pavor de sair de casa sem estar depilada. Nunca havia pensado sobre como isso me afetava psicologicamente antes“, relembra.

Hoje, mais velha, Bel percebe que o problema não são seus pelos (ou, pelo menos, não deveria ser), mas sim a normalização do julgamento do corpo alheio, principalmente o feminino. “Acho que nos acostumamos com esse ‘pode ou ‘não pode’ sobre nossos corpos”, diz.  

Continua após a publicidade

E na minha percepção, a maioria dos comentários negativos que eu recebi, por exemplo, só repetia o que ouviu em algum outro lugar”, completa Bel, enfatizando como todo esse pensamento é um ciclo repetitivo da sociedade.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Bel Moreira (@bel_moreira)

Depilar ou não também é sobre quebra de expectativas 

No caso de Bel, a sua profissão, que tem muito a ver com a imagem, é mais um agravante para essa pressão. “Já tiveram trabalhos em que a minha depilação era uma exigência. Uma vez já fui chamada de canto por assistentes de produção para “resolver isso antes de entrar no set”, a pedido do diretor”, conta. 

“Ninguém estava se preocupando com a história. Só com o horror que seria imaginar uma mulher adulta com pelos.”

Continua após a publicidade

 

Ela continuou: “se fosse algo relacionado à história ou ao que minha personagem vivia, ninguém precisaria comentar nada comigo. Sei fazer meu trabalho e amo me entregar pelas minhas personagens. Mas nesse caso, não era isso”.

Um dos seus papéis mais conhecidos foi na novela “As Aventuras de Poliana”, interpretando a personagem Raquel. Apesar de ter sido uma fase importante para a sua carreira, muita gente ficou presa nessa imagem. 

Consequentemente, quando a artista decide “revelar” algumas coisas, como o fato de não se depilar, por exemplo, sente que a queda de expectativas toma proporções maiores. “Sinto que vivo equilibrando o que esperam de mim e o que eu realmente sou. Quero que decidam gostar de mim porque gostam de fato de quem eu sou.“ desabafou.

Que mais mulheres se sintam livres para fazerem suas escolhas!

Continua após a publicidade

Publicidade