Mulher afirma ter sofrido agressão em restaurante de luxo em São Paulo

Milka Borges, consultora imobiliária, gravou um vídeo com o rosto desfigurado, relatando agressão sofrida em restaurante do Jockey Club, em São Paulo

Por Gabriela Junqueira - 16 jan 2020, 12h51

A corretora de imóveis e influenciadora digital Milka Borges relatou, por meio de um vídeo publicado em sua conta no Instagram, ter sido agredida na última sexta-feira, 11, no restaurante de luxo Iulia, no Jockey Club, em São Paulo. A violência teria ocorrido após uma confusão ser iniciada na fila do banheiro do estabelecimento. No vídeo, Milka conta que foi ao banheiro por volta das 21h e, na sequência, uma moça “nitidamente exaltada” teria entrado, começado a bater nas portas das cabines e dito que usaria o sanitário antes de qualquer pessoa.  Segundo o relato de Milka, até então ela não conhecia essa mulher, que posteriormente identificou como sendo a modelo Fernanda Bonito.

À esquerda,  imagem do vídeo em que Milka comenta sobre a agressão sofrida dentro do restaurante Iulia. milkaborges/Instagram

Fernanda foi informada por outras meninas de que existia uma fila para utilizar o banheiro mas, assim que a primeira cabine vagou e uma amiga de Milka foi entrar, Bonito agarrou a jovem e começou a lutar com ela. Uma amiga de Fernanda pediu para que relevassem a atitude. Milka conta que disseram para as amigas de Fernanda cuidarem dela pois a jovem estava sem controle. Assim que saiu do banheiro, Fernanda foi atrás da amiga de Borges gritando: “onde está aquela vagabunda? Eu vou chamar os seguranças, eu tiro quem eu quiser daqui!”.

 

Fernanda Bonito é namorada de Rodrigo Lima, irmão de Ricardo Lima, dono do Iluria. As amigas tentaram acalmá-la, mas foi em vão. Ao sair, ela empurrou Milka. Depois, puxou o seu cabelo, agarrou seu braço e arrancou o seu colar enquanto a arranhava. Milka afirma que imobilizou Fernanda para dar fim à agressão. A pedido de uma das amigas de Fernanda, Milka a soltou e falou para que parasse de puxar seu cabelo. Enquanto a corretora de imóveis estava juntando suas coisas que estavam caídas no chão e se preparando para sair, Fernanda voltou acompanhada dos seguranças e do namorado. Ao entrar no banheiro, arremessou um copo de vidro que atingiu o rosto de Milka e lhe causou um ferimento que a fez levar 40 pontos e passar por três cirurgias para recuperar os movimentos faciais.

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

Esse vídeo é um relato da covardia que sofri da família dos proprietários do restaurante @iuliajockey dentro do Jockey de SP. No sábado, 11, por volta das 20h cheguei ao local para o jantar de aniversário de um amigo. Em meados das 21h, fui com uma amiga usar o banheiro e esperamos a nossa vez na fila. Uma moça que não conhecia, identificada posteriormente por @fernandabonito ,chegou no banheiro nitidamente exaltada! Falou para todas que estavam no banheiro que ela mandava no local e esmurrando todas as portas dizendo que iria entrar na cabine antes de qualquer uma que esperava a vez para usar a toalete. As meninas que aguardavam informaram que existia uma fila e que ela precisava aguardar a vez dela. No momento que vagou a primeira cabine, a Fernanda veio correndo e lutou com a minha amiga pra tirar ela da cabine que ela que iria usar. Minha amiga, mesmo sem acreditar no que estava acontecendo, deixou ela usar. Uma amiga da Fernanda pediu que a gente relevasse a atitude e então deixamos para lá. Nesse momento alertamos que a moça cuidasse da amiga porque ela estava realmente muito descontrolada. Quando ela saiu do banheiro, começou procurar minha amiga e gritar: “Onde está aquela vagabunda? Eu vou chamar os seguranças, eu tiro quem eu quiser daqui. Ela não sabe com quem ela está falando!” A amiga dela segurou ela é falou: “-Calma amiga”. Ela continuou empurrando todo mundo na fila gritando “Calma nada!”. Quando ela chegou em minha direção, eu estava na fila do lado da porta de saída do banheiro, ela ignorou que eu estava ali e me empurrou. Segurei por causa do seu descontrole ao vir em minha direção. Nisso ela puxou meu cabelo, agarrou meu braço e arrancou meu colar, me arranhando. Mobilizei ela para que parasse com aquela agressão. A amiga dela pediu para que eu a soltasse, eu soltei e pedi pra amiga dela que ela parasse de puxar meu cabelo. Consegui fazê-la soltar meu cabelo e ela saiu do banheiro em direção aos seguranças e ao namorado dela, que identifiquei como @polar81, que é irmão do @ricardo__lima, proprietário do @iuliajockey. Ao pegar minhas coisas no chão escutei uma confusão do lado de fora do banheiro. Continua nos comentários. ⬇️⬇️

A post shared by Milka Borges (@milkaborges) on

Milka foi socorrida por outra cliente, que afirmou trabalhar na área da saúde, dentro de uma das cabines do próprio banheiro. Enquanto isso, “o namorado e os seguranças ainda tentavam entrar para me pegar”, disse.  A menina que a ajudou, orientou que fosse direto para o hospital porque estava sangrando muito. Borges não recebeu nenhum tipo de assistência ou pronto atendimento por parte do estabelecimento. “Aguardei a polícia e a ambulância, mas, devido à demora e à grande perda de sangue, meus amigos me levaram ao hospital”, afirmou Milka. 

Em nota enviada para o portal G1, o Ilulia afirmou que “a acusada de agressão pela denunciante não é sócia e nunca fez parte de nosso restaurante e que deverá responder pelas consequências de seus atos” e lamentou o ocorrido. Na legenda do vídeo, Milka ainda disse que está tomando medidas judiciais e que espera que a justiça seja feita.

Continua após a publicidade
Publicidade