Marta manda indireta pra Bolsonaro, que criticou questão do Enem sobre ela

Presidente classificou pergunta sobre diferença de salário entre homens e mulheres no futebol como "ridícula" e jogadora foi precisa em sua resposta

Por Isabella Otto Atualizado em 18 jan 2021, 18h54 - Publicado em 18 jan 2021, 18h53
colecao capricho sestini mochila bolsas
CAPRICHO/Sestini/Reprodução

Jair Boslonaro perdeu mais uma ótima oportunidade de ficar calado ao criticar, mais uma vez, o Enem. Para o presidente, o exame deveria abordar questões mais teóricas, o que faz algum sentido, mas ele errou ao argumentar sobre o assunto, se mostrando, mais uma vez, machista e um péssimo comunicador.

Como exemplo para validar seu ponto, Bolsonaro usou uma questão da prova que abordava a diferença de salário entre os jogadores Neymar e Marta. O presidente classificou a questão como “ridícula” e disse que “não tem que ter comparação, pois o futebol feminino ainda não é uma realidade no Brasil“.

  • Bolsonaro fez questão de deixar claro que o banco de questões do Enem 2020 ainda não é de seu governo, mas de gestões anteriores, e que “o exame faz umas questões absurdas sempre pregando a igualdade, mas por baixo”, opinou.

    Marta manda indireta pra Bolsonaro, que criticou questão do Enem sobre ela
    Print do Story postado por Marta nesta segunda, 18 Instagram/Reprodução

    A jogadora Marta, eleita seis vezes como a mulher do mundo, diferentemente do Neymar, que não possui nenhuma Bola de Ouro, nos Stories do Instagram, resolveu responder as críticas do presidente da República com uma indireta que, para muitos, foi gol certo. “Uns serão lembrados como os melhores da História, já outros…”, escreveu.

    Bom, ela ganhou o apelido de Rainha à toa, né? #golaço

    Continua após a publicidade
    Publicidade