Ho’oponopono: você sabe o que significa esse estilo de vida?

A prática good vibes que combina super com este 6 de janeiro, conhecido como o Dia Nacional da Gratidão!

Por Chames Oliveira Atualizado em 6 jan 2020, 18h10 - Publicado em 6 jan 2020, 17h10

Ho’opo… quê? A palavra pode parece complicada de primeira, mas a prática não é assim tão difícil. Ho’oponopono é um técnica ancestral havaiana que busca, através da gratidão, resolver mágoas e feridas do passado, criando, assim, um estado de paz. Na língua original, “Ho’o” significa “cura”e “ponopono”, “arrumar, endireitar”. Dessa forma, podemos traduzir a junção de ambas como “corrigir um erro”.

Ohhnnnnnn! Reprodução/Reprodução

A proposta é que assumamos a responsabilidade pelos acontecimentos ao entendermos que carregamos o nosso passado, e as energias negativas dele, nas nossas memórias. Estas memórias, por sua vez, podem limitar bastante as nossas vivências futuras caso não prestemos atenção nelas. Ou seja, as situações de julgamento, mágoas e dores que vivemos ao longo da vida ficam presas na nossa mente, criando certos desequilíbrios e problemas no nosso presente e futuro.

A dor que a gente vive hoje pode ser um reflexo de uma dor passada, miga! Sabe quando não resolvemos por completo uma briga com a bff? Vocês podem até estar ~de boas~ novamente, mas ainda restou um pouco de mágoa dentro da gente? Pois é, essa energia presa acaba fazendo um mal danado e, por isso, precisamos deixá-la ir.

Reprodução/Reprodução
Continua após a publicidade

O Ho’oponono pretende, assim, liberar essas energias negativas, purificando a mente e liberando espaço para a entrada de ~boas vibrações~. Para realizá-lo é necessário repetir (em voz alta ou só para você) o mantra: “sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato”.

Reprodução/Reprodução

Cada frase carrega um significado próprio e traz um novo sentimento à tona: “sinto muito” e “me perdoem” é o reconhecimento da existência de um problema e a vontade de superá-lo; é o perdão.  “Te amo” é responsável por liberar as energias presas; amor e compaixão. Por fim, “sou grato” é reconhecer a importância da memória vivida e acreditar que as coisas mudarão ao deixá-la ir; a gratidão.

Reprodução/Reprodução

Você pode usar as frases na sequência que quiser, da maneira que achar que faz mais sentido para você no momento. Ah! Pode repetir o Ho’oponono quantas vezes achar necessário. O importante é sentir a renovação das energias – quando as negativas tornam-se positivas. E, claro, precisa acreditar, né?

Com a técnica, nós estendemos que somos agente transformadores e que podemos modificar muitos dos nossos desagrados atuais. Uma boa dica para começar 2020 purificada! <3  

Continua após a publicidade

Publicidade