Esposa de ator de Supernatural relata que viveu um relacionamento abusivo

"Eu fui abusada mentalmente, verbalmente, emocionalmente e sexualmente", desabafa.

Por Isabella Otto Atualizado em 9 jan 2020, 12h00 - Publicado em 9 jan 2020, 11h00

Na tarde da última quarta-feira, 8, Sarah Louise, casada desde 2015 com o ator Mark Sheppard, que interpreta o Crowley em Supernatural, explicou no Instagram o que significa a nova tatuagem que fez sobre algumas cicatrizes que tem no braço esquerdo. A australiana, mãe da pequena Isabella, disse que, quando tinha 23 anos, viveu um relacionamento abusivo bastante intenso. “Eu fui abusada mentalmente, verbalmente, emocionalmente e sexualmente”, desabafou na rede social.

Sarah, Mark e Isabella: uma família feliz! Reprodução/Reprodução

Sarah contou que começou a se automutilar como uma forma de se punir pela relação e pelo fato de se sentir impotente diante da situação. “Ele [o parceiro] terminava comigo constantemente e depois voltava e meu cérebro meio que se fechou para qualquer outra coisa, mas eu pensava que precisava dele para existir”, revelou o que sentia na época. “Então, eu comecei a me mutilar. Era um jeito de sentir alguma coisa, algumas coisa além do vazio que era a minha existência. Me cortei continuamente por anos, mesmo quando o monstro já estava longe da minha vida”, escreveu.

  •  

    A esposa de Mark ainda revelou que chegou a fazer recentemente alguns procedimentos estéticos para tentar minimizar as cicatrizes e que 7cm de pele foram removidos. “Faz cinco anos desde que me cortei pela última vez”, comemorou Sarah, que fez a tattoo para se lembrar sempre de continuar firme e nunca mais voltar a se machucar. “O meu ‘M’ tatuado é para eu me lembrar da minha família e tudo o que eu tenho hoje caso tente me cortar novamente”, explicou. A letra também é a inicial dos nomes do marido e dos filhos de Mark de relacionamentos anteriores, Max e Will, com quem Sarah se dá muitíssimo bem. “Também se lembre de que o ‘M’ significa Max e que, se você virar de ponta cabeça, ele vira um ‘W’ de William”, falou Max, o filho mais velho de Mark, para a madrasta.

    Para encerrar seu depoimento, Sarah, que conheceu o marido em uma convenção de fãs de Supernatural (a gente ama essa história!), disse que suas cicatrizes não a incomodam mais da maneira que incomodavam antes: “eu costumava ficar com vergonha delas(…) Por anos, elas foram uma símbolo de todo o sofrimento que vivi. Hoje, elas são um símbolo do que eu sobrevivi“.

    Continua após a publicidade

    Veja a tatuagem feita abaixo:

    View this post on Instagram

    A lot of people recently have been asking about my scars on my arms. I have mentioned it once or twice before but here I am to talk about it. When I was 23 I spent about a year in an abusive relationship while living in London. I was mentally, verbally, emotionally & sexually abused. He kept leaving me then coming back repeatedly & my brain was totally shut down to anything else but thinking I ‘needed’ him to exist. I started feeling numb. Closed down to every emotion but I had this pain inside me. I began self harming. It was a way of feeling something, anything than the blankness that was my existence. My cutting continued for years; even after that monster was out of my life. The damage was done & I will always have PTSD about that relationship. I had some cosmetic surgery on my arm a few years ago. The doctor removed 7cm of skin. It is almost 5 years since I last hurt myself. My ‘M’ tattoo (for ‘Mark’) is to remind myself of my family & what I have if I ever feel inclined to hurt myself again. I remember clearly when I showed the boys it Max said “remember the M stands for Max too, and if you turn it upside down it’s a W for William.” One of the most beautiful things anyone has ever said to me. I used to be so ashamed of my scars but no more. For years they were a symbol of what I had suffered; now they are a sign of what I have survived. #selfharmsurvivor #scars #truth

    A post shared by Sarah Louise Sheppard (@slsheppard) on

    A australiana, que mora em Los Angeles, nos Estados Unidos, recebeu muitos comentários encorajadores e de apoio, e a curtida de Mark, é claro, um grande parceiro dela nessa aventura chamada vida. #SPNFamily, né? <3

    Continua após a publicidade
    Publicidade